08/12/2020 às 10h57min - Atualizada em 08/12/2020 às 10h57min

Flávio Dino vai ao STF para que governadores comprem vacinas sem autorização da Anvisa

O governador do Maranhão, Flávio Dino, ingressou com ação no STF para que os governadores comprem vacinas contra a Covid-19 sem a autorização da Anvisa. Segundo o chefe do executivo maranhense, a medida viabiliza a atuação dos Estados “se o governo federal não quiser agir”.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou na manhã desta terça-feira (8), em suas redes sociais, que ingressou com ação judicial no Supremo Tribunal Federal (STF) para que os governadores adquiram vacinas de imunização contra a Covid-19 sem a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Ansisa).

Segundo o governador, a medida viabiliza a atuação dos Estados “se governo federal não quiser”, referindo-se à lentidão do Ministério da Saúde em promover a imediata vacinação da população, no momento que o país atinge 177 mil mortes decorrentes do vírus.

“Ingressei ontem com ação judicial no Supremo. Objetivo é que estados possam adquirir diretamente vacinas contra o coronavírus autorizadas por Agências sanitárias dos Estados Unidos, União Europeia, Japão e China. Com isso, estados poderão atuar, se governo federal não quiser”, declarou Dino.

O Ministério da Saúde apresentou, no dia primeiro de dezembro, um plano de vacinação sem informar questões importantes para que ele ocorra, como alternativas para armazenamento das vacinas, como a logística será feita, se e quantas pessoas do Exército participarão da vacinação e assim por diante.

O plano também gerou diversas críticas pela data que será colocado em prática. Apenas no mês de março de 2021.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp