14/11/2021 às 10h27min - Atualizada em 14/11/2021 às 10h27min

Deputado Alexandre Pereira é reeleito presidente estadual do Solidariedade em São Paulo

No estado de São Paulo o Solidariedade está presente em mais de 300 cidades, conta com quatro prefeitos, 27 vice-prefeitos, 144 vereadores, dois deputados estaduais e um representante na Câmara Federal.

Redação
A Executiva Nacional do Solidariedade e a Comissão Estadual de São Paulo se reuniram neste sábado (13) para a Convenção Estadual de São Paulo 2021. O evento ocorreu de forma híbrida e respeitou as normas sanitárias para controle da Covid-19. A convenção contou com a presença do presidente nacional do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, do vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB), e lideranças partidárias do estado, como os deputados estaduais Alexandre Pereira e Sargento Neri, e o vereador de São Paulo, Dr. Sidney Cruz.
 
Também compareceram ao evento os secretários de movimento Paulo Pequeno, da Secretaria Nacional da Pessoa com Deficiência, Loreny, da Secretaria Nacional da Mulher, e Geraldino dos Santos, da Secretaria Nacional do Trabalho, Emprego e Renda. Jefferson Coriteac, vice-presidente do Solidariedade Nacional, Luiz Antônio Adriano da Silva, secretário-geral do Solidariedade Nacional, além de outras importantes lideranças partidárias, como prefeitos e vice-prefeitos do Solidariedade de todo o Estado participaram do evento de forma on-line.
 
O deputado estadual e presidente estadual do Solidariedade, Alexandre Pereira, reeleito na Convenção como dirigente estadual em São Paulo, destacou a política partidária como o único caminho para o fortalecimento da democracia e comemorou a união do partido em São Paulo. “Estamos confiantes com o próximo pleito e nosso grande trabalho aqui em São Paulo vai fazer uma grande bancada para fazer política para quem mais precisa”.

No estado de São Paulo o Solidariedade está presente em mais de 300 cidades, conta com quatro prefeitos, 27 vice-prefeitos, 144 vereadores, dois deputados estaduais e um representante na Câmara Federal.

Paulinho da Força reiterou em seu discurso que Solidariedade tem como luta prioritária uma política mais forte para o trabalho. “O partido nasceu para lutar pelo trabalhador e está aqui para defender o interesse das pessoas, para os que mais precisam. Precisamos construir uma pauta que interesse aos trabalhadores, uma pauta que possa envolver uma política para o salário mínimo, que está sem política de reajuste. Nós já fizemos isto no Congresso Nacional e o salário de milhões de pessoas melhorou, especialmente o dos aposentados. Precisamos cuidar dessas pessoas que estão completamente abandonadas”, defende.
 
Em sua fala, Rodrigo Garcia, agradeceu o convite da Executiva Nacional do Solidariedade e da Comissão Estadual do Solidariedade e salientou que estar presente em uma convenção significa o respeito à democracia. “As coisas estão diferentes no Brasil e até isso nós temos que reforçar em momentos como este: a democracia, o contraditório, o ouvir a opinião das pessoas e é isso que o Solidariedade faz”, frisou.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp