27/06/2020 às 10h03min - Atualizada em 27/06/2020 às 10h03min

Acuado, Bolsonaro faz encenação de diálogo

Jair Bolsonaro encontra-se politicamente isolado e acuado depois da prisão de Fabrício Queiroz, operador financeiro do seu filho Flávio no escândalo das rachadinhas. Nesse quadro, tenta lançar pontes de diálogo e posar de democrata.

A situação de isolamento político de Jair Bolsonaro (Sem Partido) fez com que ele criasse uma força-tarefa de ministros para buscar contato com alguns dos maiores críticos do governo, na política, no Judiciário e na sociedade civil, para enviar mensagens de paz e dizer que está disposto ao diálogo.

Mas por toda a parte reina a desconfiança de que o Bolsonaro tenta lançar essas pontes apenas porque se sente emparedado com a situação judicial de seus filhos - em especial, do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), envolvido no escândalo das rachadinhas, informa Mônica Bergamo em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo.

Todos temem que Bolsonaro será o mesmo de sempre, um radical de extrema direita que voltará a atacar as instituições caso a situação jurídica se normalize.

Bolsonaro já participou de manifestação em frente ao Exército, e pode voltar a qualquer momento a ameaçar promover rupturas com as instituições democráticas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp