15/10/2019 às 10h40min - Atualizada em 15/10/2019 às 10h46min

Ministério de Bolsonaro tem 3 denunciados, 2 investigados e 1 condenado

Eleito com um discurso que prometeu linha dura contra irregularidades dos políticos, Bolsonaro tem mantido nos cargos os ministros implicados em investigações.

Portal UOL

Dos 22 ministros do governo de Jair Bolsonaro (PSL), seis enfrentam acusações e suspeitas na Justiça, de acordo com levantamento feito pelo Portal UOL. Os casos resultaram em processos e investigações por caixa dois, improbidade administrativa, desvio de recursos públicos e irregularidades em negócios com fundos de pensão.

Eleito com um discurso que prometeu linha dura contra irregularidades dos políticos, Bolsonaro tem mantido nos cargos os ministros implicados em investigações.

Sobre o mais barulhento dos casos, a suspeita de candidaturas laranjas envolvendo o titular do Turismo, Bolsonaro disse que a “intenção não é atingir o ministro”. “Sou eu, Bolsonaro, que querem rotular como corrupto”, afirmou, ao rebater as denúncias.

Até o momento, Bolsonaro não expressou intenção de afastar nenhum dos ministros que são objeto de investigações. Entenda o que recai sobre cada um deles - que se declaram inocentes nestes casos envolvendo a atual gestão ou fatos anteriores:

  • Ministro do Turismo denunciado

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), foi denunciado pelo Ministério Público (MP) sob acusação de envolvimento no esquema de laranjas do PSL em Minas Gerais;

  • Ministro da Cidadania denunciado

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública contra o ministro da Cidadania, Osmar Terra, por improbidade administrativa, em virtude da suspensão de um edital da Ancine para produções de audiovisual para emissoras de televisão públicas;

  • Ministro da Saúde denunciado

O ministro da Saúde, Luiz Mandetta, é alvo de pelo menos quatro processos que tramitam na Justiça. Três deles tratam do mesmo caso: a implantação de um sistema de integração de informações em saúde, quando Mandetta era secretário municipal da pasta, em Campo Grande (MS);

  • Ministro da Casa Civil investigado

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, é alvo de investigação do Ministério Púbico sobre repasses de caixa dois. A investigação teve origem nos acordos de delação da JBS;

  • Ministro da Economia investigado

O ministro Paulo Guedes (Economia) é investigado pela força-tarefa da operação Greenfield do Ministério Público Federal (MPF). Os procuradores apuram se houve irregularidades em negócios feitos por uma empresa de Guedes com fundos de pensão patrocinados por estatais;

  • Ministro do Meio Ambiente condenado

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi condenado por improbidade administrativa pela Justiça de São Paulo. Ele foi acusado pelo Ministério Público (MP) de cometer fraude na elaboração do plano de manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) da Várzea do rio Tietê, com propósito de beneficiar empresas de mineração e filiadas à Federação da Indústria do Estado de São Paulo (FIESP).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp