08/10/2019 às 15h45min - Atualizada em 08/10/2019 às 15h45min

Bolsonaro prepara saída do PSL ao dizer que Bivar está queimado

No momento em que avançam as investigações da Polícia Federal sobre o laranjal do PSL, Jair Bolsonaro prepara sua saída do partido; primeiro, ele atacou o presidente da legenda, Luciano Bivar, ao dizer que “ele está queimado” e depois disse que o partido pode “queimar seu filme também”; movimentação de Bolsonaro visa distanciá-lo do escândalo das candidaturas-laranja.

Jair Bolsonaro deu nesta terça-feira (8) mais uma demonstração de que prepara o seu desembarque do PSL, partido que o elegeu para o Palácio do Planalto.

No momento em que as investigações da Polícia Federal (PF) sobre o uso de candidaturas laranjas de mulheres pelo PSL em Minas Gerais trazem novos elementos que podem implicá-lo, Bolsonaro pede a um apoiador para que ele “esqueça” a legenda.

Em diálogo na entrada do Palácio do Planalto, Bolsonaro disse que o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, está “queimado para caramba”. Além do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, Luciano Bivar também é investigado pela Procuradoria Regional Eleitoral, em Pernambuco, por suspeitas de caixa dois em sua campanha a deputado federal.

“Esquece o PSL. Tá ok? Esquece”, disse ele ao apoiador. Apesar do comentário, o apoiador insiste e grava um vídeo ao lado de Bolsonaro, citando Luciano Bivar. “Cara, não divulga isso, não. O cara está queimado pra caramba lá. Vai queimar o meu filme. Esquece esse cara, esquece o partido”, disse Bolsonaro ao apoiador.

Enquanto representantes de Bolsonaro conversam com outros partidos para avaliar uma possível mudança, ele deve ter nos próximos dias pelo menos mais uma conversa com Bivar. E pode ser a última.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp