23/02/2020 às 10h53min - Atualizada em 23/02/2020 às 10h53min

Sanders vence primárias em Nevada e pode enfrentar Trump nas eleições de novembro

O senador Bernie Sanders conquistou no sábado (22) uma vitória decisiva nas primárias democratas de Nevada, no oeste dos Estados Unidos. Com o resultado, o socialista consolidou a liderança na disputa entre os candidatos progressistas e pode enfrentar o presidente Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro.

A vitória de Sanders é muito significativa porque o estado de Nevada tem um peso importante nas primárias. O resultado também deixa evidente que o senador socialista de 78 anos tem a capacidade de estabelecer uma coalizão que vai além dos eleitores esquerdistas. Com a vitória, ele rebate o argumento de muitos moderados de que não conseguiria estabelecer pontes entre progressistas e centristas.

Na noite de sábado, com os resultados oficiais sendo divulgados lentamente, Sanders protagonizava uma ampla vantagem. Segundo a CNN, Sanders venceu a votação com 46,6% dos votos. O ex-vice-presidente Joe Biden aparece em segundo, com 19,2%.

O ex-prefeito de South Bend, Indiana, Pete Buttigieg, que conseguiu uma vitória impactante em Iowa há três semanas, chega em terceiro lugar com 15,4%. Em quarto lugar, Elizabeth Warren obteve 10,3% dos votos.

Sanders não demorou a reivindicar a vitória. Ele afirmou que sua “coalizão multirracial e multigeracional” que venceu em Nevada “vai arrasar no país”. Durante o discurso, o senador reiterou as promessas de reforma no sistema de saúde, luta contra as mudanças climáticas, maior controle da posse de armas e aumento do salário mínimo.

Com isso, o candidato progressista assume também a liderança da disputa nacional para escolher o candidato presidencial do Partido Democrata nas eleições de novembro de 2020. Com a vitória por ampla diferença, Sanders ficou com os sete delegados de Nevada, e passou a ter 28 em todo o país. Pete Buttigieg, que encabeçava a disputa até ontem, estacionou nos 22. Elizabeth Warren, com apenas 8, e Joe Biden, com 6, estão ainda mais distantes.

A próxima etapa das prévias acontecerá na Carolina do Sul, no próximo sábado (29) e será a prévia da chamada “superterça”, dia 3 de março, quando 13 estados realizarão suas eleições internas de forma simultânea.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp