03/07/2022 às 12h00min - Atualizada em 03/07/2022 às 12h00min

Assessor diz que Bolsonaro tem acesso a documentos da Polícia Federal

Informes de inteligência seriam, em tese, sigilosos. Jair Bolsonaro (PL) é suspeito de interferir na Polícia Federal.

Redação
No momento em que Jair Bolsonaro (PL) se envolve em mais um episódio de suposta interferência na Polícia Federal (PF), o assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Filipe Martins, afirmou que o chefe do Executivo tem acesso a documentos da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e da PF que, em tese, são sigilosos. A declaração aconteceu em entrevista ao canal Cara a Tapa, no YouTube.
 
“Eu, como assessor, tendo a manifestar minhas discordâncias internamente. Acho que é descortês e deselegante eu vir aqui e dizer: ‘não, naquele episódio eu disse isso. E foi feito aquilo’. Uma vez que ele fechou questão, o meu papel também é fazer com que a posição dele dê certo. Ele é o cara que tem a visão de conjunto e tem informações que eu não tenho”, disse.
 
“Ele está falando com os militares de uma forma que eu não estou. Ele está recebendo informe de inteligência da Abin e da Polícia Federal de uma forma que eu não estou”, completou o assessor.
 
Filipe Martins é um dos nomes mais próximos de Jair Bolsonaro e tem bom trânsito em todas as alas do governo. Ele também foi um dos responsáveis pelo alinhamento ideológico entre o presidente e Steve Bannon, o ex-estrategista de Donald Trump.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp