30/09/2019 às 23h21min - Atualizada em 01/10/2019 às 02h30min

Para agradar ruralistas, Bolsonaro demite todo o comando do Incra

A saída do general João Carlos Jesus Corrêa da presidência e dos demais diretores de seus cargos no órgão foi definida na tarde desta segunda-feira (30).

Por forte pressão de ruralistas, Bolsonaro demitiu todo o comando do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A saída do general João Carlos Jesus Corrêa da presidência e dos demais diretores de seus cargos no órgão foi definida na tarde desta segunda-feira (30).

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “a saída de Jesus Corrêa foi confirmada pela assessoria da secretaria especial do ministério. Ele e Nabhan vinham protagonizando uma longa disputa sobre a entrega de títulos de propriedade de terras para assentados, sobretudo na Amazônia”.

A matéria ainda afirma que “o secretário de Assuntos Fundiários argumenta que esse processo de regularização fundiária garantirá ao assentado acesso a crédito e financiamento, mas críticos alegam que essa política configura um estímulo à grilagem de terras”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp