05/12/2019 às 10h13min - Atualizada em 05/12/2019 às 10h13min

Delator inocenta Glenn Greenwald e diz que ele não pagou pelas mensagens da Vaza Jato

Membro do grupo que acessou mensagens dos celulares de várias autoridades, como Sérgio Moro e Deltan Dallagnol, Luiz Henrique Molição participou da negociação com o jornalista do The Intercept, Glenn Greenwald para a entrega de conteúdos acessados, mas garantiu que o americano não pagou pelo material nem o encomendou.

Em delação premiada, Luiz Henrique Molição, membro do grupo que acessou o conteúdo dos celulares de mais de mil autoridades, inocentou o jornalista do site The Intercept Brasil, Glenn Greenwald. A informação foi publicada na coluna de Lauro Jardim do jornal O Globo.

Molição participou da negociação com Greenwald para a entrega do conteúdo hackeado, garantiu que o americano não pagou pelo material nem o encomendou.

Ele contou que tentaram vendê-lo para Manuela D’Ávila. A ex-deputada recusou-se a pagar, mas disse que poderia indicar um jornalista que publicaria as trocas de mensagens hackeadas.

O The Intercept Brasil vem revelando desde junho várias irregularidades da Operação Lava Jato. De acordo com a série de reportagens que vêm sendo publicadas, o ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, interferia no trabalho de procuradores, fazendo orientações sobre a forma de fazer a acusação, o que fere a equidistância entre quem julga e quem acusa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp