03/10/2021 às 13h55min - Atualizada em 03/10/2021 às 13h55min

Bianca Lopes é eleita Miss Universo São Paulo em noite de gala em Ribeirão Preto – SP

Campeã é da cidade de Jaú – SP e representará o Estado no Miss Universo Brasil no dia 7 de novembro.

A vencedora do concurso Miss Universo São Paulo 2021, realizado no último sábado (2) em Ribeirão Preto – SP, é Bianca Lopes, representante da cidade de Jaú – SP. Ela tem 24 anos, é advogada, atriz e influencer, e leva o título pela segunda vez, já que venceu também em 2019 e, ficou entre as três finalistas no Miss Brasil. “Carregar esse título [de novo] vai ser uma responsabilidade muito grande e eu estou pronta para representar o Estado no Miss Brasil. Por conta da mudança esse ano nas regras, eu pude participar de novo”, comemorou a Miss estadual eleita.

Bianca Lopes pode participar, de novo, por conta da mudança no regulamento, já que agora os direitos do concurso no Brasil pertencem ao empresário Winston Ling, que é economista, engenheiro e investidor anjo da primeira social TV interativa do mundo, a SoulTV, plataforma gratuita com o canal sobre os concursos de beleza – o U Miss.

Bianca Lopes concorreu com 18 candidatas do Estado, das cidades de Ribeirão Preto – SP -, Cravinhos – SP, Araraquara – SP, São Carlos – SP, Franca – SP, Santa Rita do Passa Quatro – SP, Jundiaí – SP, Limeira – SP, Várzea Paulista – SP, Campo Limpo Paulista – SP, Cajamar – SP, Ibirá – SP, Cotia – SP, Ilhabela – SP, Guarulhos – SP, Franco da Rocha – SP e Jarinu – SP.

Na final, disputou a coroa com a Miss Ribeirão Preto, Maryla Vasconcelos, que ficou em terceiro lugar, e com a Miss Guarulhos, Ieda Favo, que levou o segundo lugar no concurso. “Eu acredito que as coisas acontecem por um objetivo e um bem maior e esse era o meu sonho e quem sabe trazer essa coroa para São Paulo”, disse a Miss.

O concurso foi auditado pela Advocacia Liotti & Carvalho e, além da coroa, a ganhadora recebeu premiações que chegam ao valor de R$ 35 mil.

Miss Universo Brasil

Bianca Lopes ficará em Ribeirão Preto pelos próximos 30 dias para se preparar para o Miss Universo Brasil que será em alto mar, a bordo de um cruzeiro no dia 7 de novembro. “Estou com um coordenador incrível que é o Éder Ignácio e sempre tive um sonho de me preparar com ele e eu falo que as coisas acontecem quando tem que acontecer e hoje eu estou aqui e vou ficar em Ribeirão Preto para toda a minha preparação”, enfatizou a Miss, que reforçou que tem um mês intenso de preparação pela frente e que vai em busca do título nacional de novo.

Para Eder Ignácio, coordenador do Miss Universo São Paulo, a missão foi cumprida. “Missão cumprida e sentimento de realização. Foram aí alguns meses planejando e trabalhando e agora é preparar a Miss Universo São Paulo para o Miss Universo Brasil”, reforçou ele.

Desafios no concurso

Questionada sobre o seu maior desafio no concurso, Bianca destacou a pressão psicológica. “Num concurso de Miss não estamos concorrendo com as outras candidatas, é uma competição pessoal, individual. A gente é avaliada individualmente. Então eu sempre falo que eu acredito que o principal é o preparo psicológico. É uma pressão muito grande estar aqui, uma pressão interna e externa e pessoal que criamos. É importante ter essa estabilidade emocional para conquistarmos os nossos objetivos”.

Se ganhar a coroa nacional, Bianca Lopes representará o país no Miss Universo em dezembro. O concurso mundial será promovido em Israel, na cidade de Eliat.

Um evento histórico

Televisionado e transmitido via streaming em tempo real para 196 países via Soul TV, pela TV Thathi no interior de São Paulo e em outras emissoras locais do Estado, o Miss Universo São Paulo teve 18 concorrentes e foi realizado pela primeira vez fora da capital paulista. A noite de gala foi organizada em Ribeirão Preto no espaço Casa Boulevard Pallagourmet.

Sem público presencial e seguindo todas as diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS), o evento começou na noite de sexta, com a primeira bateria de avaliações dos jurados, na preliminar. Na noite de sábado, as finalistas desfilaram os trajes de Moda Praia e de Gala nas cores da bandeira de São Paulo.

O espetáculo foi marcado por efeitos de luzes, projeções e coreografias, que trouxe para o interior paulista a essência da Terra da Garoa e sua selva de pedra. A apresentação ficou por conta do comunicador Anderson Nogueira e da Miss São Paulo 2018, Paula Palhares.

Trajes com história

Os organizadores trouxeram para a passarela inovação do formato para superar os desafios impostos pela pandemia. Nas passarelas, os trajes mostraram elegância aliada a conceitos como sustentabilidade. Foram quatro figurinos para cada miss: roupa da abertura, biquíni, maiô e gala, que remeteram a cultura de São Paulo.


O concurso teve patrocínio de Aneethun, Ricosti, Royal Brows, SD Sobrancelhas Design, Beijo do Sol Moda Praia, Alexandre Lima Beauty & Hair, Casa Boulevard Pallagourmet, Tilev, Magrass Ribeirão Preto e Íbis Styles Maurílio Biagi, além do apoio Institucional da Secretaria da Cultura e Turismo e da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Popular Mais Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp