18/12/2020 às 17h59min - Atualizada em 18/12/2020 às 17h59min

Cidadania afasta Fernando Cury após assédio contra deputada Isa Penna

Afastamento do deputado estadual de todas as funções ligadas ao partido durará até a conclusão do processo no Conselho de Ética do partido.

A Presidência Nacional do partido Cidadania decidiu, nesta sexta-feira (18), afastar liminarmente o deputado estadual Fernando Cury de todas as funções diretivas partidárias, em todas as instâncias, bem como de todas as funções exercidas em nome da legenda, inclusive junto à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

A decisão foi tomada após a divulgação de um vídeo, na quinta-feira (17), que mostra deputado apalpando os seios da deputada Isa Penna (PSOL). Ao decidir pelo afastamento, que vai durar até a conclusão do processo no Conselho de Ética do Cidadania, o presidente do partido, Roberto Freire, levou em consideração a gravidade do caso e a celeridade do colegiado.

Mais cedo, Freire e o presidente do Cidadania de São Paulo, deputado Arnaldo Jardim, já haviam representado contra o parlamentar no Conselho pedindo urgência na análise do caso e a indicação das medidas disciplinares cabíveis para posterior deliberação do Diretório Nacional.

“Acrescentamos a evidente urgência na apuração dos fatos, sem prejuízo do contraditório e da ampla defesa, considerando que a acusação refere-se a uma conduta absolutamente incompatível com os princípios defendidos pelo partido”, observam.

Pelo regimento interno, uma vez recebida a denúncia, Cury terá prazo de oito dias para apresentar a defesa. Entre as sanções possíveis, está a expulsão do partido.

Entenda o caso

Um vídeo gravado durante sessão da Alesp mostra Fernando Cury passando a mão no seio da deputada Isa Penna. Nas imagens, Isa conversa com a mesa diretora, quando Cury se aproxima dela por trás e passa a mão em seus seios. A deputada imediatamente se desvia de Cury e o repele.

Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, a deputada lamentou o silêncio da Alesp sobre o caso e afirmou que não tem um “plano de vingança individual” contra Cury, mas pretende abrir um diálogo sobre a violência contra a mulher na sociedade.

“A gente vai procurar a cassação do deputado porque o que ele fez limita a vida das mulheres. O exemplo que ele deu enquanto autoridade pública, para não dizer que incita, eu digo que encoraja a violência contra as mulheres”, declarou Isa, afirmando ainda que o deputado cheirava a álcool no momento em que se aproximou dela.

Isa ainda disse que registrou boletim de ocorrência contra o deputado estadual por importunação sexual. “Eu optei pela importunação sexual pois meu objetivo não é fazer uma caça às bruxas. Eu quero construir uma ponte com as pessoas que estão acompanhando esse caso. Não vou compactuar com linchamento, autoritarismo, mas vou pedir a responsabilização dele”, afirmou.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp