21/10/2019 às 22h55min - Atualizada em 21/10/2019 às 22h55min

O TREP foi reativado e dá ao Evo Morales vantagem suficiente para vencer no primeiro turno

O sistema de contagem rápida atualizou seus resultados de maneira surpreendente e a diferença do candidato do MAS foi ampliada, alcançando os 10 pontos necessários para evitar o segundo turno. Os dados somam a votação nacional e no exterior.

O Supremo Tribunal Eleitoral publicou na segunda-feira (21) à tarde, surpreendentemente, os resultados da contagem rápida de mais de 90% e dá a Evo Morales a vantagem suficiente para vencer no primeiro turno e continuar, pelo quarto período, como presidente da Bolívia.

Em 95,23%, os dados do TREP, dos votos da Bolívia e do exterior, dão a Evo Morales do MAS 46,86% dos votos e 36,72% a Carlos Mesa de CC. Uma diferença de 10,14 pontos.

O sistema de transmissão de resultados das eleições preliminares (TREP) parou de publicar informações em seu site na noite de domingo (20).

O candidato do CC, Carlos Mesa, ignorou os resultados do TREP e garantiu que se articulará com organizações cívicas e organizações como o Conade na defesa do voto, considerando que uma “fraude” foi construída.

Os membros do TSE haviam indicado que não seriam fornecidos mais dados do Trep para evitar “confusão” com o cálculo dos Tribunais Eleitorais Departamentais.

O Artigo 2 da Lei do Regime Eleitoral estabelece que para vencer no primeiro turno você deve exceder 51% dos votos ou obter “um mínimo de 40% dos votos válidos emitidos, com uma diferença de menos dez por cento (10%) em relação à segunda candidatura mais votada”.

A contagem oficial de votos ainda é de 56% , a inconveniência em Potosí e La Paz interrompeu o processo de contagem nesses departamentos. Pando foi o único dos departamentos a concluir o cálculo oficial, enquanto em Tarija havia muito pouco para concluir este trabalho.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp