01/03/2020 às 01h00min - Atualizada em 01/03/2020 às 01h00min

Joe Biden vence primárias democratas na Carolina do Sul, apontam projeções

É a primeira vitória do ex-vice-presidente na primária do Partido Democrata na corrida pela Presidência dos Estados Unidos. Resultado dá sobrevida à candidatura de Biden.

O ex-vice-presidente Joe Biden venceu as primárias do Partido Democrata na Carolina do Sul deste sábado (29), apontaram projeções dos principais jornais e emissoras dos Estados Unidos.

Em discurso, Bernie Sanders - que lidera a corrida interna do Partido Democrata nos EUA - reconheceu a derrota e parabenizou o rival. “Não se pode vencer todas”, disse o candidato a apoiadores.

A primária deste sábado na Carolina do Sul coloca em jogo 54 deputados. Até então, Sanders liderava a disputa seguido por Pete Buttigieg e só depois por Biden.

É a primeira vitória de Biden nas eleições primárias do partido - resultado que deve dar uma sobrevida à candidatura do ex-vice-presidente.

Por isso, segundo estimativas, Biden deve ultrapassar Buttigieg no número de delegados. Porém, ele ainda ficaria atrás de Sanders.

Logo após saírem as primeiras projeções, Biden agradeceu aos eleitores em uma mensagem no Twitter. “Obrigado, Carolina do Sul! A todos que foram derrubados, descartados ou deixados de fora - esta é a campanha de vocês”, afirmou.

“Juntos, vamos vencer nessas primárias e derrotar Donald Trump”, completou.

Com a vitória, Biden tentará ganhar fôlego para a Super Terça desta semana,

quando 14 estados - além do território da Samoa Americana e de votações no exterior - terão primárias. Cerca de um terço dos delegados do Partido Democrata serão decididos neste dia.

Até este sábado, a distribuição de delegados era a seguinte:

  • Bernie Sanders - 45 (pode ganhar um após revisão em Iowa)
  • Pete Buttigieg - 25 (pode perder um após revisão em Iowa)
  • Joe Biden - 15
  • Elizabeth Warren - 8
  • Amy Klobuchar - 7

Após os primeiros resultados, o pré-candidato Tom Steyer desistiu da corrida do Partido Democrata. Projeções indicam que ele deve obter a terceira colocação na Carolina do Sul - à frente de candidatos com maior vantagem em número delegados. Porém, isso seria insuficiente para colocá-lo em condições de disputar a nomeação para concorrer com Donald Trump em novembro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp