08/06/2022 às 13h18min - Atualizada em 08/06/2022 às 13h18min

Empresa de ônibus ligada ao PCC tem contrato de R$ 600 milhões com a prefeitura de São Paulo – SP

Segundo o DENARC, Anselmo é o fundador da empresa, iniciada como uma cooperativa. Atualmente, o negócio opera 13 linhas entre os bairros São Mateus e Itaquera, extremo Leste de São Paulo.

Redação
Uma investigação da Polícia Civil de São Paulo, ainda em fase inicial, encontrou provas da presença da facção Primeiro Comando da Capital (PCC) à frente de uma grande empresa de transporte da capital paulista. Há um contrato de R$ 600 milhões por ano da UPBus com a prefeitura de São Paulo – SP.
 
O acordo milionário foi firmado após processo licitatório. Segundo o Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (DENARC), Anselmo Santa Fausta abriu a empresa há 22 anos com um capital social de R$ 1 milhão.
 
Empresa opera 13 linhas de ônibus
Segundo o DENARC, Anselmo é o fundador da empresa, iniciada como uma cooperativa. Atualmente, o negócio opera 13 linhas entre os bairros São Mateus e Itaquera, extremo Leste de São Paulo.
 
Executado no ano passado, em meio a uma guerra interna no PCC, Anselmo era apontado como um dos líderes da facção. A investigação foi iniciada ano passado, logo após a morte do dono UPBus.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp