31/01/2022 às 21h05min - Atualizada em 31/01/2022 às 21h05min

Em alta, média móvel de mortes por Covid no Brasil fica acima de 500 pelo 3° dia

País tem 627.365 óbitos e 25.454.105 casos registrados do novo coronavírus, segundo dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa.

Redação
O Brasil registrou nesta segunda-feira (31) 442 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 627.365 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 565 – a maior registrada desde 18 de setembro do ano passado (quando também foi de 565). Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +205%, indicando tendência de alta nos óbitos decorrentes da doença.
 
Os estados do Amapá e de Roraima não registraram mortes por Covid nas últimas 24 horas.
 
Brasil, 31 de janeiro
  • Total de mortes: 627.365;
  • Registro de mortes em 24 horas: 442;
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 565 por dia (variação em 14 dias: +205%);
  • Total de casos conhecidos confirmados: 25.454.105;
  • Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas: 102.616;
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 188.451 por dia (variação em 14 dias: +125%). 
O país também registrou 102.616 novos casos conhecidos de Covid-19 em 24 horas, chegando ao total de 25.454.105 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 188.451 - a maior marca registrada até aqui e marcando o 14º recorde seguido. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +125%, indicando tendência de alta nos casos da doença.
 
Dessa forma, a média móvel de vítimas da doença atinge agora um patamar já bem acima do que estava às vésperas do ataque hacker que gerou problemas nos registros em todo o Brasil, ocorrido na madrugada entre 9 e 10 de dezembro. Na época, essa média indicava 183 mortos pela doença a cada dia.
 
Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.
 
Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre g1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp