29/12/2021 às 01h25min - Atualizada em 29/12/2021 às 01h25min

Em 2021, Educação de Várzea Paulista – SP se destaca com inovação e empenho

Professores, alunos e demais profissionais da Rede Municipal de Ensino envolvidos foram recompensados até mesmo com premiações externas, em alguns casos.

Redação
Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Várzea Paulista - SP
Foto: Sarah Isabelly e Yasmin Maciel Roque, da escola Prefeito João Aprillanti, medalhas de prata e bronze, respectivamente, na 24ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica.
2021 foi bastante desafiador para professores, gestores e demais profissionais da Rede Municipal de Ensino de Várzea Paulista – SP. Muitos deles tiveram que usar muita criatividade, inclusive nos vários meses de aulas remotas, por conta da pandemia. Esses trabalhos, com respaldo da Unidade Gestora Municipal de Educação, deram frutos bem interessantes.
 
Dois destaques foram o projeto Catadores da Terra, conduzido pela professora Katiane Barros, da escola Professor João Nalini, do Jardim Buriti, vencedora de uma das categorias do Concurso Cultural de Práticas Inovadoras na Educação, do Instituto CCR, e as medalhas conquistadas pelas alunas Sarah Isabelly Alves e Yasmin Maciel Roque, do Cemeb (Centro Municipal de Educação Básica) Prefeito João Aprillanti (Vila Santa Terezinha), na 24ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica.
 
Professoras reconhecidas e premiadas em concurso estadual



A história de Daniel Ribeiro, aluno que precisava caminhar bastante para auxiliar familiares na reciclagem de materiais, foi a inspiração para o amplo e premiado projeto Catadores da Terra, conduzido pela professora Katiane Barros, do Cemeb (Centro Municipal de Educação Básica) Prof. João Baptista Nalini. Por meio da iniciativa, a escola se tornou um ecoponto, que passou a receber materiais recicláveis e destinar a catadores de materiais recicláveis, auxiliando os representantes locais dessa importante e difícil categoria profissional. O projeto ficou na primeira colocação na categoria “Fomento ao Protagonismo do Aluno”, do Concurso Cultural de Práticas Inovadoras na Educação, do Instituto CCR.
 
Após debate com a turma de Daniel, ela e os alunos observaram o entorno da escola, identificaram a presença de diversos catadores e montaram o projeto, feito com envolvimento de pais e de toda a equipe escolar da unidade: a diretora, Quivânia Barros, todos os professores e demais funcionários.
 
Outra professora da Rede Municipal, Patrícia Pasqualini, do Cemeb Profª. Juvelita Pereira da Silva – Vila Real –, ficou em oitavo lugar na outra categoria do concurso – “Desenvolvimento de Competências Socioemocionais”. Desde o início do ano, ela tem buscado inovar com seus alunos, inclusive com conteúdos diferenciados on-line, aplicados nos vários meses nos quais as aulas foram apenas remotas, por conta da pandemia.
 
A docente faz questão de enaltecer o apoio e incentivo recebido da Unidade Gestora de Educação e dos gestores da escola.
Veja mais detalhes sobre as conquistas dessas professoras e da Rede Municipal: https://tinyurl.com/ve2am5be .
 
Alunas premiadas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica



As alunas Sarah Isabelly e Yasmin Maciel Roque, da escola Prefeito João Aprillanti, ganharam as medalhas de prata e bronze, respectivamente, na 24ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, realizada nos dias 27 e 28 de maio. O resultado das estudantes, preparadas pela professora Adriana Sales desde fevereiro, encheu de orgulho a equipe escolar e a Unidade Gestora de Educação como um todo.
Veja mais sobre a premiação, feita em 14 de dezembro: https://tinyurl.com/2p846k6y.
 
Professora se destaca na educação inclusiva
Pós-graduada em educação especial e interpretação e tradução em Libras (língua brasileira de sinais), Dilma Rodrigues tem uma longa estrada de educação inclusiva na cidade. Em meio à pandemia, ela faz um trabalho bastante dedicado e adaptado às necessidades do pequeno Pedro Lins, do Cemeb Professora Juvelita Pereira da Silva, na Vila Real. O menino tem deficiência auditiva e mostra muita evolução com o ensino, algo inclusive reconhecido pela mãe, Angélica Lins.
 
A sintonia da família com a profissional é clara e enaltecida por Dilma.
Veja mais: https://tinyurl.com/ycks4t6j.
 
Incentivo à leitura
A CEMEB Padre Wilfrido Wieneke, desenvolveu este ano o projeto “Nunca Deixe de Sonhar”, que incentiva a leitura e a escrita por meio do tema sugerido, inspirado no livro Tsurus. Uma das propostas sugeridas foi o concurso de frases, vencido pela aluna Iara Spolli Miranda, de 8 anos.
Veja mais sobre a iniciativa, aqui: https://tinyurl.com/mpvdch77.
 
Arcos, flechas e novos horizontes



Nove professores de educação física da Educação Infantil ao Ano V do Ensino Fundamental de Várzea Paulista puderam aprender, com materiais acessíveis, conhecimentos básicos sobre arco e flecha, em uma vivência realizada pela Unidade Gestora Municipal de Educação e EGDS (Escola de Governo e Desenvolvimento do Servidor) da Prefeitura. A modalidade pode gerar ganhos educacionais, como a autoestima das crianças. Os conhecimentos serão aplicados com alunos a partir de 2022.
 
Os educadores aprenderam como fazer e usar os equipamentos, em aulas práticas e teóricas. Os encontros presenciais tiveram os devidos cuidados contra o novo coronavírus. O instrutor da parte específica sobre o esporte foi o professor Carlos Alberto de Mello Oliveira, o Mello, da Rede Municipal. Ele tem mais de 20 anos de experiência na modalidade e até mesmo competições paulistas no currículo.
Veja mais: https://tinyurl.com/yxdkvs6c.
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp