26/12/2021 às 13h51min - Atualizada em 26/12/2021 às 13h51min

Motociatas de Bolsonaro já custaram R$ 5 milhões aos cofres públicos

O levantamento considerou 13 viagens de Bolsonaro, que serviram para buscar apoio entre sua base mais radical.

Redação
Jornal Folha de S. Paulo
As motociatas de Jair Bolsonaro (PL) já custaram quase 5 milhões aos cofres públicos. As informações são do jornal Folha de S. Paulo com base em levantamento feito a partir de Lei de Acesso à Informação.
 
O levantamento considerou 13 viagens de Bolsonaro, que serviram para buscar apoio entre sua base mais radical. A primeira motociata ocorreu em Brasília, no dia 9 de maio. Outras 12 a sucederam em quase todas as regiões do país: Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco e Paraná.
 
Segundo a reportagem, a viagem mais custosa foi ao agreste pernambucano, no dia 4 de setembro, no valor de quase R$ 607 mil. Os maiores gastos aparecem na sequência em São Paulo (R$ 476 mil) e Chapecó (R$ 450 mil), no mês de junho.
 
O estado de São Paulo, governado pelo presidenciável João Doria (PSDB), foi o que mais investiu recursos para viabilizar a presença do presidente nas motociatas. Segundo o governo, os custos chegaram a R$ 1,5 milhão com dois eventos, um na capital e outro em Presidente Prudente, em julho.
 
De acordo com a reportagem, só a Presidência desembolsou um total de R$ 3,3 milhões para que Bolsonaro participasse dos eventos. A conta nos estados, com reforço na segurança, ficou em 1,7 milhão, o que totaliza um gasto de 4,98 milhões, até o momento. O cálculo não considerou os gastos da motociata realizada no dia 6 de novembro no Paraná, já que o custo não foi informado pela Presidência.
 
Os gastos da comitiva presidencial nessas viagens estão sendo analisados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) a pedido de integrantes da CPI da Pandemia no Senado.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp