26/12/2021 às 10h11min - Atualizada em 26/12/2021 às 10h11min

União Brasil estima que poderá tirar metade dos parlamentares e prefeitos que estão no PSDB hoje

Partido que nascerá da fusão do DEM com PSL pode sangrar o PSDB, que já sofreu com a saída de Alckmin.

Redação
A União Brasil, partido que nascerá com a fusão de DEM e PSL e que deve ser formalizado em fevereiro, estima que pode tirar até metade dos quadros do PSDB, atraindo parlamentares de todo o país que queiram aproveitar a brecha que a lei eleitoral abre para migração para uma legenda que está sendo criada, as informações são do colunista Guilherme Amado do Portal Metrópoles.
 
Mas a debandada não deverá ser só nos Legislativos. Um exemplo é o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando. A cidade no interior de São Paulo é a maior prefeitura sob o comando do PSDB atualmente, mas não por muito tempo, já que Morando está perto de fechar com a União Brasil.
 
A sigla será presidida pelo deputado federal Luciano Bivar, do PSL, e terá como secretário-geral o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, atual presidente do DEM.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp