24/12/2021 às 18h28min - Atualizada em 24/12/2021 às 18h28min

Moraes dá 48 horas para Bolsonaro explicar intenção de expor nomes de técnicos da Anvisa

Bolsonaro disse em live nas redes sociais que a população tem o direito de saber quem, na Anvisa, liberou a vacinação a partir dos 5 anos.

Redação
O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu 48 horas para Jair Bolsonaro (PL) se manifestar sobre um pedido para que seja investigado por intimidação de servidores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
 
Além de Bolsonaro, o diretor-presidente da agência, Antonio Barra Torres, também foi intimado a prestar esclarecimentos sobre os fatos. O despacho foi assinado na quarta-feira (22), segundo o Portal G1.
 
O pedido de investigação foi apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede) que acionou o Supremo após Bolsonaro defender em uma transmissão nas redes sociais a divulgação dos nomes dos integrantes da Anvisa que aprovaram a utilização da vacina da Pfizer para crianças a partir de 5 anos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp