18/12/2021 às 10h37min - Atualizada em 18/12/2021 às 10h37min

Bolsonaro perde 4 em cada 10 votos que teve no 2° turno de 2018, diz Datafolha

O levantamento revela que 4 em cada 10 apoiadores do presidente há três anos desertaram.

Redação
A pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (16) mostra que, para melhorar suas chances eleitorais no ano que vem, Jair Bolsonaro (PL) terá que reconquistar parte considerável do eleitor que votou nele no segundo turno da eleição de 2018 contra Fernando Haddad (PT).
 
O levantamento revela que 4 em cada 10 apoiadores do presidente há três anos desertaram.
 
Num hipotético cenário de segundo turno novamente com o PT, desta vez representado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 63% dos que votaram em Bolsonaro contra Haddad na última eleição repetiriam a dose agora.
 
Já Lula conquista 26% dos antigos apoiadores de Bolsonaro, enquanto 10% votariam nulo ou branco. Em outras palavras, 1 em cada 4 eleitores que rejeitaram o candidato do PT em 2018 estão dispostos a apoiar o nome do partido agora.
 
Uma explicação plausível para essa realidade é o desgaste do presidente, que se reflete em altos índices de desaprovação, sobretudo causados pela crise econômica e os problemas de gestão da pandemia.
 
Já o PT não precisa se preocupar, ao menos por enquanto, com o fenômeno inverso, pois praticamente todos seus eleitores de 2018 estão fidelizados.
 
No universo dos que votaram em Haddad no segundo turno da eleição passada, 95% dizem que agora vão de Lula. Apenas 2% dos que rejeitaram Bolsonaro dizem ter mudado de ideia e pretendem apoiar o presidente agora.
 
Na eleição de 2018, o atual presidente teve 55,13% dos votos no segundo turno contra 44,87% de Haddad, que substituiu Lula como candidato, na época.
 
A pesquisa Datafolha foi realizada de 13 e 16 de dezembro com 3.666 pessoas, em 191 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp