03/12/2021 às 21h58min - Atualizada em 03/12/2021 às 21h58min

Alunos da escola Professora Juvelita Pereira da Silva de Várzea Paulista – SP se formam no Proerd

Turmas do 5° ano foram representadas por alunos, que tiveram redações sobre o que aprenderam com o programa selecionadas.

Redação
Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Várzea Paulista - SP
Nesta sexta-feira (3), foi realizada a animada e emocionante cerimônia de formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), presidida pelo vice-diretor Sérgio Ricardo, das turmas de 5° ano do Centro Municipal de Educação Básica (Cemeb) Professora Juvelita Pereira da Silva, da Vila Real.  A diretora da escola, Ana Claudia dos Santos, o prefeito de Várzea Paulista – SP, professor Rodolfo Braga (PSDB), e outras autoridades municipais e estaduais prestigiaram o evento.
 
A Polícia Militar, que conduz o programa, orientou que fossem escolhidos alguns alunos representantes das turmas, para que pudesse haver uma quantidade de alunos que permitisse o distanciamento adequado, em razão da pandemia. Foram escolhidos os autores das melhores redações com o tema: “O que eu aprendi com o Proerd”. Os representantes foram: Iasmin Carvalho da Silva, Rodrigo Hernandez Souza Xavier, Rayssa Monteiro do Nascimento e Elaine Aparecida de Jesus Coutinho.


A solenidade também teve o juramento do Proerd, e uma apresentação de dança dos alunos, do PM Brandão, instrutor do programa no Cemeb da Vila Real, e do mascote, que convidaram todos presentes para dançar.
 
Textos mostram gratidão e aprendizado
Rodrigo Hernandez, na companhia de sua professora Patrícia Pasqualini, leu sua redação a todos os presentes. “Eu estou gostando deste programa e aprendendo muitas coisas. O Proerd ajuda muitas pessoas e quer mudar a nossa vida. Obrigado”, escreveu em seu texto.
 
A professora Luciana Brito acompanhou sua aluna Elaine Aparecida na leitura de sua redação, que abordou alguns pontos abordados no Proerd. “Você deve andar com pessoas confiáveis e que não usem drogas. Você não pode ser agressivo com ninguém. Por exemplo, não pode chamar as pessoas de chatas”, cita a aluna em seu texto.
 
A aluna Iasmin Carvalho esteve acompanhada por sua professora Rosana Bonequini e abordou alguns outros pontos do Proerd, como sua origem e dados sobre os efeitos negativos do uso de drogas.
 
Rayssa Monteiro, ao lado de sua docente Karime Rodrigues, também leu a redação e agradeceu à professora, aos colegas e ao policial Brandão, afirmando que nunca irá esquecer o programa.









Autoridades celebram o momento e a educação

O instrutor PM Brandão, instrutor do programa, estava emocionado com a formatura. “É um orgulho, um prazer e uma honra ensinar isso para vocês. Aproveitem a fase de criança e escolham ser pessoas do bem”, afirmou o policial.
 
A gestora municipal de Educação, Magali Souza, elogiou as redações lidas por cada aluno. “Todos os 5° anos estão muito bem representados com estes alunos de destaque que trouxeram em suas redações a essência do programa”, afirmou. “Parabéns aos formandos! Este dia é de vocês. Eu vi o olhar de cada um, a alegria, orgulho e carinho com o policial Brandão”. Ela finalizou agradecendo à Polícia Militar e demais responsáveis, como as professoras, diretora, o vice-diretor e entre outros.


O prefeito professor Rodolfo agradeceu às pessoas responsáveis, à Polícia Militar, especificamente, e destacou a grande relevância do trabalho educacional. “Costumo dizer que nós, professores, trabalhamos com a maior matéria-prima do mundo, que é o desenvolvimento da capacidade de pensar”, opinou. “A escola é o segundo maior acolhimento das crianças. Então, nós temos o dever de oferecer projetos para o futuro das crianças. Hoje nós temos um olhar bastante focado na educação, tanto para os educadores, quanto para oferecer um ambiente propício ao desenvolvimento dos alunos”, complementou.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp