30/11/2021 às 12h54min - Atualizada em 30/11/2021 às 12h54min

Bolsonaro se filia ao PL, seu 9° partido em 33 anos

O PL será o nono partido da carreira política de Bolsonaro. Em três décadas, o atual presidente passou por PDC, PPR, PPB, PTB, PFL, PP, PSC e PSL.

Redação
Jair Bolsonaro se filiou na manhã desta terça-feira (30) ao Partido Liberal (PL). A cerimônia de filiação aconteceu na sede do partido em Brasília – DF e contou com a presença do presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, e de integrantes do governo.
 
Bolsonaro foi eleito presidente pelo PSL em 2018 e deixou o partido em 2019, em meio a divergências com a cúpula da legenda. Na ocasião, chegou a articular a criação de um novo partido, a Aliança Pelo Brasil, que não passou da fase de coleta de assinaturas.
 
O PL será o nono partido da carreira política de Bolsonaro. Em três décadas, o atual presidente passou por PDC, PPR, PPB, PTB, PFL, PP, PSC e PSL.
 
No discurso, Bolsonaro fez acenos aos parlamentares do PL e de outros partidos que tinham representantes presentes no evento. Tanto o PL como as outras siglas citadas por Bolsonaro fazem parte do chamado Centrão, uma bancada informal no Congresso que abriga siglas de centro-direita e com a qual o governo se aliou desde o ano passado, em busca de uma base de sustentação na Câmara e no Senado.
 
Oficialmente, a pré-candidatura de Bolsonaro ainda não foi lançada. Ele fez questão de ressaltar que o evento desta terça-feira era exclusivamente um ato de filiação.
 
Vários ministros participaram do evento de filiação de Bolsonaro, como Paulo Guedes (Economia), Flávia Arruda (Secretaria de governo), Marcos Pontes (Ciência e tecnologia), Tarcísio de Freitas (infraestrutura), Tereza Cristina (Agricultura), Milton Ribeiro (Educação), Rogério Marinho (Desenvolvimento regional) e Ciro Nogueira (Casa Civil).
 
Entre os presentes, também estavam o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP) e o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL).

 
Filiação de senador e de ministro
Além de Bolsonaro, também se filiou ao partido o senador Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente. Será a quarta legenda do senador, eleito pelo PSL em 2018. O senador migrou para o Republicanos em março de 2020 e se transferiu de novo para o Patriota em maio deste ano.
 
Quem também se filiou ao PL na cerimônia desta terça-feira foi o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.
 
Bolsonaro no Centrão
Eleito com um discurso contrário à “política fisiológica”, Bolsonaro afirmou em julho deste ano que é do grupo de partidos do Centrão.
 
O partido foi da base aliada de todos os governos das últimas duas décadas: apoiou Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff, Michel Temer e, agora, Bolsonaro.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp