29/11/2021 às 17h21min - Atualizada em 29/11/2021 às 17h21min

Alckmin sinaliza a sindicalistas que aceita ser vice de Lula caso receba o convite

“Preparei-me novamente para ser governador do estado. Surgiu a hipótese federal. Os desafios são grandes, mas esta é uma hipótese que caminha”, disse Alckmin, segundo relatos de sindicalistas.

Redação

Em reunião nesta segunda-feira (29) com dirigentes de centrais sindicais, em São Paulo, o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) surpreendeu os presentes ao admitir a possibilidade de mudar de planos e ser candidato a vice do ex-presidente Lula (PT), as informações são do Blog do Camarotti no Portal g1.

 

A reunião foi pedida pelos presidentes da Força Sindical, UGT, CTB e também contou com representantes da Nova Central. Em uma longa fala, Alckmin tratou do cenário internacional e das questões do país, mas não falou da disputa no estado de São Paulo.

 

“Preparei-me novamente para ser governador do estado. Surgiu a hipótese federal. Os desafios são grandes, mas esta é uma hipótese que caminha”, disse Alckmin, segundo relatos de sindicalistas.

 

Ao final do encontro, em conversa com um grupo menor, Alckmin foi questionado sobre se teria planos de deixar o PSDB e, se sim, para qual partido iria.

 

O político respondeu que, “se for candidato a governador, iria para o PSD, porque daria para fazer uma composição com o PSB”. Nesse cenário, o ex-governador Márcio França (PSB) entraria na chapa como vice, repetindo a dobradinha de 2014.

 

Na sequência, Alckmin foi mais direto sobre o cenário nacional. "Se eu for para a disputa presidencial, vou para o PSB. E o França, para governador", declarou.

 

O encontro foi pedido pelos sindicalistas na última sexta (26), diante das especulações de que Alckmin poderia compor a chapa do ex-presidente Lula. O ex-governador marcou a conversa, imediatamente, para esta segunda.

 

Na reunião, Alckmin ouviu dos dirigentes sindicais que terá o apoio das entidades – seja na disputa pelo governo de São Paulo ou na aliança com o PT para tentar o Palácio do Planalto.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp