26/11/2021 às 09h17min - Atualizada em 26/11/2021 às 09h17min

Patrícia Vanzolini é a primeira mulher eleita para a presidência da OAB-SP

Em disputa acirrada, advogada foi escolhida para comandar a entidade pelos próximos três anos.

Redação
Pela primeira vez, em quase 90 anos, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo, maior seccional do país, terá uma mulher como presidente, a  advogada criminalista e professora Patrícia Vanzolini, que conduzirá a entidade pelos próximos três anos, em mandato que vai de 2022 a 2024.
 
Com quase 97% das urnas apuradas, Vanzolini alcançava uma vantagem pouco acima de 3 pontos percentuais em relação ao segundo colocado, o atual presidente, Caio Augusto Silva dos Santos, que concorria à reeleição, informa o jornal Folha de S. Paulo.
 
Cinco chapas concorreram no pleito. O terceiro lugar foi da chapa da criminalista Dora Cavalcanti, única chapa em que as candidatas a presidente e vice eram mulheres.
 
Mestre e doutora em direito pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, Vanzolini é professora na Universidade Presbiteriana Mackenzie e no Damásio Educacional. Ela ingressou na OAB em 2002 e exercerá cargo de gestão da entidade pela primeira vez.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp