10/12/2019 às 10h01min - Atualizada em 10/12/2019 às 10h01min

Imagem do Brasil no mundo é a pior desde redemocratização

Antes um dos mais prestigiados países do mundo por sua cultura, potencial econômico, dinamismo social, história e por ter sido um provedor da paz e da democracia, o Brasil se tornou, sob o governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro, um país com péssima imagem no mundo e alvo de denúncias na Organização das Nações Unidas (ONU).

O governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro (Sem Partido) foi alvo de pelo menos 37 denúncias na ONU. Quando se comemora o Dia Mundial dos Direitos Humanos, nesta terça-feira (10), a constatação de organizações sociais e diplomatas é de que o Brasil vive seu pior momento internacional em termos de direitos humanos desde o restabelecimento da democracia, em 1985.

O jornalista Jamil Chade, correspondente junto à ONU em Genebra (Suíça), informa em seu blog sobre o crescente isolamento do Brasil no mundo e a deterioração da imagem internacional do país.

“Há poucos meses, numa reunião entre governos e ONGs, a embaixadora do Brasil na ONU, Maria Nazareth Farani Azevedo, qualificou o Brasil de ‘exemplo e inspiração’ no que se refere aos direitos humanos. Mas, nas correspondências sigilosas e nos bastidores das entidades internacionais, essa não é a realidade que se constata”. afirma Jamil Chade.

“Entre os relatores da ONU, um total de doze cartas sigilosas foram enviadas ao governo brasileiro ao longo do ano para se queixar de violações cometidas pelo Estado e cobrando respostas, inclusive sobre ameaças sofridas por líderes indígenas, ameaças contra a liberdade de imprensa e a apuração do assassinato de Marielle Franco.

“Em praticamente todos os textos, pode-se ler termos como ‘profunda preocupação’ ou ‘alarmados’ em relação às medidas adotadas pelo governo, além de pedidos para que algumas das iniciativas sejam suspensas”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp