22/11/2021 às 23h51min - Atualizada em 22/11/2021 às 23h51min

Cidadania expulsa Fernando Cury por caso de assédio sexual contra Isa Penna

A decisão interna do partido foi tomada com ampla vantagem, mas demorou quase dez meses para alcançar consenso.

Redação
O partido Cidadania, por meio de sua executiva estadual, expulsou nesta segunda-feira (22) o deputado estadual de São Paulo Fernando Cury de seu quadro de filiados pelo caso de importunação sexual contra a deputada estadual Isa Penna (PSOL) em 2020.
 
A legenda tomou a decisão por recomendação de seu Conselho de Ética. Em janeiro de 2021, o conselho divulgou um parecer pela expulsão de Cury, mas na época não houve consenso dentro do partido. Nesta segunda-feira (22), em reunião, o documento foi aprovado por 27 votos a 3.
 
Em dezembro de 2020, câmeras da Assembleia Legislativa de São Paulo flagraram Fernando Cury com as mãos nos seios da colega Isa Penna, que estava de costas e não conseguiu impedi-lo. O deputado foi punido internamente na Assembleia e teve suas atividades suspensas por 180 dias.
 
Embora expulso do partido, Cury segue como deputado até o fim do mandato, a não ser que uma nova decisão na Assembleia determine o contrário. A saída do Cidadania não implica cassação.
 
Cury também foi notificado num processo movido pelo Ministério Público (MP), que o acusa de importunação sexual. O deputado afirma que sua aproximação com Penna foi um gesto de gentileza – o toque nos seios teria sido um “abraço”, segundo ele. Na segunda-feira (22), Isa Penna disse em suas redes sociais que a expulsão do partido respondeu a “todas as mulheres que se sentiram assediadas junto comigo há quase um ano”.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp