14/11/2021 às 11h59min - Atualizada em 14/11/2021 às 11h59min

Bolsonaro “desmente” PL e diz que filiação não deve acontecer no dia 22

“Tenho muita coisa pra conversa com o Valdemar”, justificou o Bolsonaro, que negou que irá apoiar o PSDB em São Paulo, como quer o PL.

Redação
Portal g1
Jair Bolsonaro (Sem Partido) “desmentiu” o seu provável novo partido. Em conversa com jornalistas em Dubai, disse que a sua filiação ao PL não deve ocorrer no dia 22 de novembro, como informou a legenda na última quarta-feira 10. As declarações foram registradas pelo Portal g1 neste domingo (14).
 
“Eu acho difícil essa data de 22. Tenho conversado com ele, e estamos em comum acordo que podemos atrasar um pouco esse casamento para que ele não comece sendo muito igual os outros. Não queremos isso”, disse o Bolsonaro.
 
O ex-capitão justificou o adiamento alegando ainda ter muitos acertos pendentes com o presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, principalmente no que diz respeito a temas da ‘pauta conservadora’ e o apoio ao PSDB em São Paulo.
 
“Quer saber a data da criança se eu nem casei ainda? Que data vai nascer a criança. Tem muita coisa a conversar com o Valdemar”, respondeu ao ser questionado sobre quando irá oficializar a ida ao PL.
 
“Temos muitas coisas a acertar ainda. Por exemplo; o discurso meu e do Valdemar nas questões das pautas conservadoras, nas questões de interesse nacional, na política de relações exteriores””, acrescentou Bolsonaro.
 
Ele admitiu ainda estar negociando cargos de ministro com o Centrão antes do “casamento” com o PL. E garantiu que não irá apoiar o PSDB ao governo de São Paulo, como pretende o futuro partido.
 
“A questão de defesa, os ministros, o padrão de ministros a continuar. Casamento tem que ser perfeito”, disse. “A gente não vai aceitar, por exemplo, São Paulo apoiar alguém do PSDB”, completou em seguida.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp