09/11/2021 às 13h00min - Atualizada em 09/11/2021 às 13h00min

Antigo crítico da “velha política”, Bolsonaro justifica sua filiação ao PL: “essa é a política brasileira”

“Essa é minha lagoa, esses são os peixes na minha lagoa que tenho que convencer a votar nas minhas propostas. Quando se fala em Centrão, fui do PP por 20 anos. Essa é a política brasileira”, disse Jair Bolsonaro.

Jair Bolsonaro, que anunciou sua filiação ao PL , partido dirigido por Valdemar Costa Neto, admitiu nesta terça-feira (9) que sua ida para o partido do centrão se deve à falta de opção.

“Se você tirar o Centrão, tem a esquerda, para onde é que eu vou? E tem que ter um partido se eu quiser disputar as eleições do ano que vem. Eu não leio jornal, pessoal traz para mim uma matéria ou outra”, disse o ocupante do Palácio do Planalto em entrevista ao site bolsonarista Cidade Online, de acordo com o site Poder360.

“É pancada o tempo todo, imprensa e qualquer lugar. O que eu tenho que fazer? Tocar o barco. Se eu ceder, já era. O pessoal critica que o cara está conversando com o Centrão. Quer que eu converse com o PSOL, PCdoB que não é Centrão?”, completou.

Ainda segundo ele, “são 513 deputados e 81 senadores. Essa é minha lagoa, esses são os peixes na minha lagoa que tenho que convencer a votar nas minhas propostas. Quando se fala em Centrão, fui do PP por 20 anos. Essa é a política brasileira, são as condições do campo que você vai ter que entrar para jogar”.

A avaliação do Planalto é que com o apoio do PP, a quem teria sido prometido a vaga de vice em uma chapa encabeçada por Bolsonaro, o PL seria mais um partido na base de apoio para a reeleição.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp