05/11/2021 às 10h07min - Atualizada em 05/11/2021 às 10h07min

Preço da gasolina atinge maior valor do século

Alta dos combustíveis pode levar IPCA próximo a 10% no fim do ano

Outubro se tornou o mês mais caro deste século para quem compra gasolina. De acordo com levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o litro do combustível aumentou 3,15% em relação à semana anterior e chegou a R$ 6,562. Já o litro do diesel S-10 subiu 4,7% e vai a R$ 5,29.

A gasolina acumula alta de 45,3% no ano nos postos. O derivado atingiu preço médio de R$ 6,341 em outubro. É o patamar mais alto deste século em valores nominais e ajustados à inflação. Analistas avaliam, segundo o jornal Valor Econômico, que a pressão inflacionária será mais acentuada em novembro. Além da gasolina, o etanol hidratado vive inflação ainda pior, de 59,3%. Ele também é suscetível às oscilações do petróleo e do câmbio no mercado internacional.

Reajuste da gasolina e o impacto no IPCA

A Petrobras fez um reajuste de 9,15% no derivado, com impacto potencial de R$ 0,15 por litro no preço final. O valor cobrado pela companhia, nas refinarias, responde por 35,5% do seu preço final. André Braz, economista do Instituto Brasileiro de Economia da FGV afirmou ao Valor que o impacto da gasolina na bomba pode ficar em 3%.

Caso o reajuste se confirme, pode haver um impacto de 0,18 ponto percentual no IPCA de novembro, já que a gasolina compromete 6% do orçamento familiar. Ao contrário do diesel, que demora mais a chegar ao consumidor, a gasolina tem impacto imediato sobre o índice.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp