03/11/2021 às 10h18min - Atualizada em 03/11/2021 às 10h18min

PSDB exclui 92 prefeitos e vices de São Paulo da lista de eleitores das prévias presidenciais

Prefeitos excluídos são apoiadores de João Doria e estão sendo acusados de fraude na data de filiação. Decisão é da Comissão de Prévias da legenda.

A Comissão de Prévias do PSDB decidiu que os 92 prefeitos e vice-prefeitos paulistas, aliados do governador João Doria, ficarão fora das prévias marcadas para o dia 21 de novembro, que escolherá o candidato da legenda à Presidência da República em 2022.

Os prefeitos e vice-prefeitos paulistas excluídos são acusados por apoiadores do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, de fraudar a data das novas filiações. Pela regra, só podem votar aqueles que se filiaram até 31 de maio.

Na semana passada, a denúncia foi apresentada à direção nacional do partido pelos diretórios de Rio Grande do Sul, Bahia, Ceará e Minas Gerais – estados que já declararam apoio a Leite.

De acordo com nota da Executiva Nacional do PSDB, “a Comissão entendeu que todos os 92 nomes não estão aptos a participar do Colégio Eleitoral das Prévias e devem ser excluídos automaticamente da lista de eleitores, tanto para votar nas urnas do TRE-DF, quanto no aplicativo”.

Ainda segundo a nota do PSDB, “destes, 44 filiados enviaram esclarecimentos ao Diretório Nacional apresentando declarações e fichas de filiação que não se prestam para fins de comprovação regular da filiação até o dia 31/05/2021, por ser conhecida como prova unilateral”. “Os demais 48 filiados, mesmo formalmente intimados a comprovar a sua filiação, não o fizeram, o que demonstra desinteresse em comprovar as datas de suas filiações”, diz ainda a nota.

A nota é assinada pelo senador José Aníbal, coordenador da Comissão de Prévias do PSDB.

A decisão da Comissão, tomada nesta segunda-feira (1°), ocorre uma semana depois de apoiadores do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, principal rival de Doria nas prévias, protocolarem denúncia contra os eleitores apoiadores de Doria no estado de São Paulo.

Na avaliação do presidente do Diretório Estadual do PSDB em São Paulo, Marco Vinholi, a decisão da Comissão não “é uma derrota para Doria”. Ele disse que, caso o direito de participar das prévias seja questionado pela Comissão, todo eleitor poderá peticionar ao Presidente do Partido.

De acordo com Vinholi, a decisão não se aplicaria apenas aos 92 prefeitos e vices paulistas, mas sim a “centenas de eleitores” de São Paulo e de outros estados também, que não poderão participar das prévias.

A Assessoria de Imprensa do PSDB informou que a decisão se aplica aos 92 prefeitos e vices de São Paulo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp