06/12/2019 às 11h31min - Atualizada em 06/12/2019 às 12h11min

Inadimplência: Uma visão social de suas causas

Nesta quinta-feira (5) na Expo São Judas 2019, os alunos de Ciências Econômicas 2° C apresentaram o projeto “Inadimplência: Uma visão social de suas causas”.

Na Foto: Stephanie Jimenez Garcia, Fernando Salles Neto, Paulo Ricardo Castro de Santana, Gabrielle Serpe da Silva Barletta, Beatriz de Barros Vilela, Rebeca de Souza Rodrigues e Lucas Tanaka.

A inadimplência corresponde ao não pagamento de uma conta ou dívida que acarreta a negativação do nome, restrição ao crédito e desorganização financeira familiar. O presente artigo tem como objetivo analisar as principais causas de inadimplência no país, considerando o percentual das classes sociais que têm a maior parcela de endividados, trazendo como proposta de solução a aplicação da Educação Financeira.

O desemprego e as dificuldades encontradas no mercado de trabalho são as principais causas de inadimplência no Brasil, segundo dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). A perda do emprego é a razão mais apontada por aqueles que tem algum pagamento atrasado. A perda do trabalho como origem da inadimplência representa 31,5% das classes C, D e E.

O gráfico abaixo apresenta o percentual das famílias inadimplentes entre o período de setembro de 2018 à setembro de 2019:


A falta de Planejamento financeiro é algo cultural do Brasil. Segundo a especialista em finanças pessoais, Mara Luquet, pelo fato do brasileiro ter vivido um longo período de inflação elevada, o mesmo não aprendeu a lidar com o dinheiro, consequentemente, o hábito de planejar as finanças ficou para trás. Esse desacerto cultural do Brasil é um erro grave, pois o planejamento Financeiro é o principal aliado para as finanças pessoais, ele evita a inadimplência e trás uma relação mais saudável com o dinheiro.

A dívida do cartão de crédito é um dos outros motivos apontados como causas para a inadimplência. O crédito é um grande facilitador do consumo, que possibilita há milhões de pessoas terem acesso a bens e serviços que dificilmente poderiam adquirir, se a única possibilidade fosse o pagamento em dinheiro.

O gráfico abaixo apresenta o percentual dos tipos de dívidas dos inadimplentes com renda familiar de até 10 SM referente à setembro de 2019:


A educação financeira, além de informar, serve para estruturar e orientar as finanças de indivíduos que consomem, poupam e investem de forma responsável e consciente, dando uma base mais segura para desenvolvimento do país.

Contudo, possuir conhecimento acadêmico e atuar profissionalmente nas áreas financeiras, não tiram a possibilidade de o indivíduo sofrer com questões relacionadas a suas finanças. Sendo assim ações que estimulem e proporcionem o contato com a Educação Financeira devem ser adotadas nas diversas classes sociais e faixas etárias. Com base na pesquisa de campo realizada, onde foram computadas 124 respostas, como aponta no Gráfico 1, a falta de planejamento de renda já ocasionou problemas financeiros, onde 23% dos entrevistados afirmam que sofrem com este problema muito frequentemente, 30% com frequência razoável e 37% raramente.

Gráfico 1 - A falta de planejamento de sua renda já lhe causou ou causa problemas financeiros?


Apesar dos dados computados acima, o Gráfico 2 mostra que 56% dos entrevistados, mesmo dando indícios de possíveis inadimplências e sabendo da importância da educação financeira em seu planejamento de renda, não investem em sua instrução financeira.

Gráfico 2 - Você investe na sua instrução financeira?

A inadimplência é causada por fatores como, desemprego, falta de planejamento financeiro, crédito fácil, parcelamento e a falta de educação financeira. A educação financeira evita a inadimplência, organiza as finanças e torna a nossa relação com o dinheiro mais saudável, deixando para trás o estigma de consumistas e desorganizados financeiramente.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp