19/05/2021 às 23h11min - Atualizada em 19/05/2021 às 23h11min

Em assembleia, metroviários de São Paulo decidem suspender greve

As linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata do Metrô devem operar normalmente nesta quinta-feira (20). Categoria aceitou proposta do TRT, mas não a do Metrô, e vai seguir em “estado de greve”.

Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (19), os funcionários do Metrô decidiram, por 76% dos votos dos presentes virtualmente, suspender a greve da categoria. Com a decisão, as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata do Metrô devem operar normalmente nesta quinta-feira (20).

Segundo o resultado da assembleia, quase 94% dos participantes aceitaram também uma proposta oferecida pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para pôr fim à paralisação, de 7,79% de aumento no salário e no vale-alimentação, mas que, durante a tarde, não foi aceita pelo Metrô.

A companhia, por sua vez, ofereceu apenas adiantamento dos pagamentos da participação nos lucros para a categoria e o abono salarial. Essa proposta foi rejeitada por 81% dos participantes.

Na próxima terça-feira (25), haverá uma nova assembleia e, enquanto isso, os funcionários do Metrô usarão coletes em prol da campanha salarial e manterão a situação de “estado de greve”.

Durante a tarde, uma tentativa de conciliação entre metroviários em greve e o Metrô acabou sem acordo no Tribunal Regional do Trabalho. Os juízes propuseram ainda uma cláusula de paz entre a categoria e o governo.

Nas redes sociais, o Metrô informou que a operação parcial das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha seria encerrada às 22h desta quarta-feira (19). A Operação Paese, com ônibus gratuitos, continua até a meia-noite.

Segundo o relatório da audiência realizada no Tribunal Regional do Trabalho, um magistrado e o Ministério Público apresentaram uma proposta que previa reajuste de 7,79% tanto no salário quanto nos vales alimentação e refeição da categoria a partir de maio de 2021.

O representante do Metrô, entretanto, disse que não poderia atender aos termos da proposta apresentada pelo MP, mas que poderia melhorar uma proposta apresentada anteriormente, com antecipação do pagamento de participação nos lucros para a categoria e o abono salarial.

Já o sindicato dos trabalhadores informou que fará uma nova assembleia na noite desta quarta-feira para verificar com os metroviários se aceitam a proposta do Metrô. O sindicato deverá informar a decisão à Justiça até a meia-noite desta quarta-feira.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp