26/04/2021 às 19h51min - Atualizada em 26/04/2021 às 19h51min

Juiz atende Carla Zambelli e concede liminar que impede Renan de relatar CPI da Pandemia

Decisão liminar da Justiça Federal de Brasília impede o senador Renan Calheiros (MDB) de assumir a relatoria da CPI da Pandemia, que será instalada nesta terça-feira (27). Magistrado atendeu pedido da deputada Carla Zambelli (PSL).

Uma decisão judicial proferida nesta segunda-feira (26) impede o senador Renan Calheiros (MDB) de relatar a CPI da Pandemia, que será instalada nesta terça-feira (27). A decisão é liminar (temporária), da 2ª Vara da Justiça Federal de Brasília - DF, e atende a um pedido da deputada federal Carla Zambelli (PSL).

No pedido enviado à Justiça, a deputada bolsonarista alega que Renan Calheiros é alvo de “apurações e processos determinados pelo STF, envolvendo improbidade administrativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o que compromete a imparcialidade que se pretende de um relator”.

A decisão expedida pelo juiz Charles Renald Frazão, da 2ª Vara Federal de Brasília, é liminar, ou seja, provisória, e a tendência é de que seja revertida antes da instalação da CPI, às 10 horas de terça-feira.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp