26/04/2021 às 10h05min - Atualizada em 26/04/2021 às 10h05min

“Fantasmas” do gabinete de Bolsonaro receberam R$ 165 mil em auxílios indevidos

Descoberta reforça a suspeita de que havia rachadinha no gabinete do deputado que virou presidente.

Uma nova descoberta reforça a suspeita de que havia rachadinha no gabinete do deputado Jair Bolsonaro, antes que ele se tornasse presidente.

“Investigados pelo Ministério Público (MP) sob a suspeita de serem ‘fantasmas’, cinco ex-assessores de Jair Bolsonaro (Sem Partido) quando ele era deputado federal receberam R$ 165 mil só em auxílios enquanto estiveram nomeados na Câmara dos Deputados. Esses funcionários tiveram sigilo quebrado na investigação contra o senador e ex-deputado estadual Flávio Bolsonaro (Republicanos), filho mais velho do presidente da República”, aponta reportagem de Caio Sartori, no jornal O Estado de S. Paulo.

“Os dados ali obtidos também apontaram indícios da prática de ‘rachadinha’ no gabinete de Bolsonaro. Em dois casos, os valores equivalentes aos auxílios eram os únicos que permaneciam nas contas dos assessores. Todo o restante depositado pela Câmara era sacado em caixas eletrônicos. A prática é considerada indício da ‘rachadinha’, a devolução dos salários para o político que os nomeou. É justamente essa a suspeita que recai sobre os cinco na investigação contra Flávio, já denunciado por peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa e apropriação indébita pelo MP. No caso dele, os desvios teriam acontecido quando ele era deputado estadual no Rio de Janeiro”, aponta ainda a reportagem.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp