16/04/2021 às 17h39min - Atualizada em 16/04/2021 às 17h39min

Em carta a Biden, Bernie Sanders e senadores democratas acusam Bolsonaro de apoiar desmatamento da Amazônia

Os senadores também instam Biden a levar em conta o desmatamento e a impunidade de crimes ambientais para avaliar “se os EUA vão apoiar o Brasil em áreas de interesse mútuo, como cooperação militar e econômica e a candidatura do Brasil à acesso à OCDE”.

Um grupo de senadores do Partido Democrata escreveu uma carta ao presidente dos EUA, Joe Biden, fazendo graves denúncias contra Jair Bolsonaro (Sem Partido) a uma semana da cúpula sobre o clima organizada pelo governo americano.

No documento, assinado entre outros pelo senador progressista Bernie Sanders, os congressistas democratas afirmam que Bolsonaro ridicularizou publicamente o Ibama e sabotou a capacidade do órgão de fiscalizar as leis ambientais do país.

Os parlamentares também apontaram que o líder brasileiro já chamou ambientalistas de “câncer” e tentou diminuir a proteção às reservas indígenas no país.

“A retórica e as políticas do presidente Bolsonaro efetivamente deram sinal verde para os perigosos criminosos que atuam na Amazônia, permitindo que eles expandam muito suas atividades”, diz o texto - que tem entre seus signatários o presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado americano, Robert Menendez.

“Dado o histórico de compromissos climáticos não cumpridos, achamos que devemos impor condições para enviar auxílio americano ao Brasil: progresso significativo e sustentado na redução do desmatamento e no fim da impunidade para crimes ambientais e da intimidação e violência contra defensores das florestas”, diz texto enviado ao presidente dos EUA, que vai comandar o encontro virtual sobre assuntos ambientais que acontece na próxima quinta (22) e sexta-feira (23).

Veja o documento na íntegra:



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp