08/04/2021 às 12h05min - Atualizada em 08/04/2021 às 12h05min

Agora é lei: pessoas com deficiência terão prioridade no calendário de vacinação na cidade do Rio de Janeiro - RJ

Projeto do vereador Márcio Ribeiro, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoa com Deficiência da Câmara, foi sancionado pelo prefeito Eduardo Paes.

Na foto: prefeito Eduardo Paes, o vereador Marcio Ribeiro o secretário Pedro Paulo

O Prefeito Eduardo Paes (DEM) sancionou na manhã da quarta-feira (7), o projeto de lei, n° 89/2021, de autoria do vereador Marcio Ribeiro (Avante), que pede a alteração do calendário municipal de vacinação para a inclusão das pessoas com deficiências. A partir de 24 de abril, quando o calendário chegar às pessoas com 60 anos, os PCDs vão estar entre as prioridades na imunização. Para o prefeito, a sanção da lei é uma vitória importante para a classe:

“O vereador Márcio Ribeiro, ao lado do nosso secretário Pedro Paulo, tem tido sempre uma atenção especial às pessoas com deficiências e às soluções que podem ser tomadas nesse sentido. Quero parabenizar o Marcio, que teve uma conquista incrível ao aprovar na câmara esse projeto de lei que tanto vai beneficiar uma parcela importante da população”, disse Eduardo Paes.

Para Marcio Ribeiro, que é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoa com Deficiência, essa é uma grande vitória para os PCDs:

“É um momento muito importante na luta pelos direitos das pessoas com deficiência. Quero agradecer a sensibilidade e o entendimento do prefeito Eduardo Paes neste momento, sobretudo, com as pessoas com deficiência, que realmente precisam dessa aprovação. E quero agradecer ao secretário de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo, por ter me conduzido junto a uma batalha tão importante e necessária”, disse o parlamentar.

Agora o projeto será publicado no Diário Oficial do Município e o parlamentar vai sentar junto com o secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, para estudar a melhor forma da vacinação para esse grupo tão importante.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp