08/04/2021 às 10h20min - Atualizada em 08/04/2021 às 10h20min

Polícia prende vereador Dr. Jairinho e mãe de Henry pela morte do menino

Policiais afirmaram que o vereador do Rio Dr. Jairinho (Solidariedade) agredia o menino com chutes e golpes na cabeça e que Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, sabia das agressões.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira (8) o vereador Dr. Jairinho (Solidariedade) e Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, que morreu no dia 8 de março. O garoto foi assassinado, de acordo com as investigações. A prisão é temporária, por 30 dias.

Policiais afirmaram que o parlamentar agredia o menino com chutes e golpes na cabeça e que Monique sabia das agressões pelo menos desde fevereiro.

O casal é suspeito de atrapalhar as investigações e de ameaçar testemunhas.

Henry foi encontrado morto na madrugada de 8 de março no apartamento em que Monique, mãe do garoto, vivia com Dr. Jairinho. Os dois alegaram que o menino sofreu um acidente e que estava “desacordado e com os olhos revirados e sem respirar”.

No entanto, os laudos da necropsia de Henry e da reconstituição no apartamento do casal afastam essa hipótese.

A polícia diz que, semanas antes de ser morto, Henry foi torturado por Jairinho. Monique sabia.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp