06/04/2021 às 20h07min - Atualizada em 06/04/2021 às 20h07min

Vacinação em massa: Serrana vê sinais de queda em casos graves da Covid-19 e na busca por atendimentos

Em dez dias, número de pacientes atendidos por UPA caiu 55%, e proporção de pessoas com complicações é sete vezes menor, segundo autoridades. Butantan ressalta que eficácia da CoronaVac só é comprovada duas semanas após a 2ª dose, que já chegou a 66% da população-alvo de estudo.

Perto do encerramento de uma campanha de vacinação em massa inédita em todo o país, autoridades e especialistas em saúde de Serrana - SP relatam os primeiros sinais de queda na demanda por atendimentos e na incidência de casos graves entre moradores que contraíram o coronavírus, a informação é do Portal G1.

A Vigilância Epidemiológica do município informa que esse contexto de mudança, embora ainda não possa ser diretamente associado à imunização promovida pelo projeto do Instituto Butantan, é reforçado pela ausência de pacientes intubados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) desde o fim de semana.

Iniciada em 17 de fevereiro, a vacinação em massa em Serrana, que visa avaliar a eficácia da CoronaVac contra a queda na transmissão e na taxa de mortalidade da Covid-19, já atingiu 66% dos voluntários do estudo com as duas doses do imunizante, o que representa um total de 18,5 mil pessoas.

O público-alvo remanescente receberá o reforço da aplicação até domingo (11), e os resultados da pesquisa devem ser divulgados em maio.

Diante das primeiras projeções de queda, o Butantan reforça que ainda é cedo para tirar conclusões. Isso porque, segundo o instituto, a resposta imunológica é esperada somente duas semanas após a aplicação da segunda dose da vacina.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp