01/04/2021 às 16h15min - Atualizada em 01/04/2021 às 16h15min

Governo de São Paulo lança site para cadastro obrigatório de profissionais de escolas que serão vacinados contra Covid-19 a partir de 12 de abril

Segundo Secretaria Estadual da Educação, servidores só poderão ser vacinados após sistema validar o registro e gerar um código, que deverá ser apresentado nas unidades de saúde dos municípios. 350 mil servidores com 47 anos ou mais serão imunizados nesta primeira etapa.

Nesta quinta-feira (1°), o governo de São Paulo lançou um site para cadastro obrigatório dos profissionais de educação, que começarão a ser vacinados contra Covid-19 a partir de 12 de abril.

Na primeira etapa, a expectativa é vacinar 350 mil profissionais com 47 anos ou mais que atuam desde creches ao ensino médio, nas redes estadual, federal, municipais e privadas do estado.

De acordo com Rossieli Soares, secretário da Educação, os servidores só receberão a primeira dose do imunizante após o sistema validar o registro e gerar um código, que deverá ser apresentado nas unidades de saúde no momento da vacinação.

Público-alvo da primeira etapa

Serão imunizados os seguintes profissionais com idade mínima de 47 anos:

- Secretários;

- Auxiliares de serviços gerais e faxineiros;

- Mediadores;

- Merendeiras;

- Monitores;

- Cuidadores;

- Diretores e vice-diretores;

- Coordenadores pedagógicos;

- Professores de todos os ciclos da educação básica;

- Professores temporários.

Passo a passo para realizar o cadastro

1°. O profissional da educação deve acessar o site e preencher o cadastro com CPF, nome completo e e-mail;

2°. Em seguida, ele receberá um link no e-mail indicado. É necessário acessá-lo para dar continuidade ao cadastro;

3°. Confirme os dados pessoais. Após a confirmação, preencha com o nome da escola, rede de ensino, município e cargo ocupado. Também será necessário anexar os dois últimos holerites;

4°. Por fim, o cadastro passará por um processo de análise. Se validado, o profissional receberá em seu e-mail o comprovante VacinaJá Educação. O documento terá um QRCode para verificação de autenticidade.

No momento da vacinação, o profissional deverá apresentar o comprovante VacinaJá Educação, RG e CPF. Caso, ele não apresente o comprovante VacinaJá Educação ou o número de CPF não conste no comprovante apresentado, não poderá ser imunizado.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp