05/03/2021 às 10h41min - Atualizada em 05/03/2021 às 10h41min

FEMAMA representa o Brasil em evento global da OMS sobre câncer de mama no Dia Internacional da Mulher

Ação faz parte da Iniciativa Global do Câncer de Mama (GBCI), da OMS, e discute a doença com focos nas necessidades dos países de baixa e média renda.

Lenara Petenuzzo/Dra. Maira Caleffi, presidente voluntária da FEMAMA

O câncer de mama é hoje o tipo mais comum da doença, passando o câncer de pulmão, que liderou o ranking nas duas últimas décadas. O anúncio foi feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no dia 2 de fevereiro e, dois dias depois nas celebrações do Dia Mundial do Câncer, a OMS reuniu um time de 121 especialistas de 35 países para dar seus pareceres técnicos sobre a Iniciativa Global do Câncer de Mama (GBCI, em inglês).

Entre eles, a Dra. Maira Caleffi, mastologista e presidente voluntária da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA) - representando o Brasil e a própria entidade, que tem 70 ONGs associadas trabalhando em prol dos pacientes com câncer.

A profissional foi convidada, também, para palestrar em um evento aberto promovido pela OMS com o tema “Ouvindo as vozes de mulheres com câncer de mama” para celebrar o Dia Internacional da Mulher. A mesa redonda “Papel das ONGs e sociedade civil” acontece no dia 8 de março às 11h45 (horário de Brasília) e reforça a atuação global ativa da FEMAMA nos temas relacionados ao câncer de mama.

A FEMAMA é referência sobre o assunto, tendo sido responsável por trazer o Outubro Rosa de forma organizada para o Brasil, participar ativamente de conquistas no Legislativo, como a Lei dos 30 Dias e a Lei dos 60 Dias, além de participar de grupos de atuação para controle do câncer. A entidade tem participação ativa na iniciativa City Cancer Challenge, que acontece em Porto Alegre, e em uma iniciativa similar em nível estadual, no Rio Grande do Sul. Internacionalmente, além da parceria com a OMS, a FEMAMA passou a integrar a Iniciativa de Controle do Câncer Integrada na América Latina (ICCI-LA) que, desde 2019, conduz um estudo político abrangente e inédito sobre a resposta dos sistemas de saúde ao controle do câncer em quatro países da América Latina: Argentina, Chile, Colômbia e, agora, Brasil.

Serviço:

EVENTO DIA INTERNACIONAL DA MULHER - OMS

Quando: 8 de março

Como assistir: inscrições antecipadas para sessão do Zoom

Ouvindo as vozes de mulheres com câncer de mama, 10h30 - 13h (horário de Brasília)

Mesa redonda: Papel das ONGs e sociedade civil, 11h45 - 12h (horário de Brasília)


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp