03/03/2021 às 02h21min - Atualizada em 03/03/2021 às 02h21min

Mortes por Covid-19 caem 6% em todo o mundo e aumentam 11% no Brasil, diz OMS

O boletim epidemiológico da Organização Mundial da Saúde registrou aumento de 11% das mortes por Covid-19 no Brasil. Em uma semana, o Brasil teve 2,6 milhões de novos casos e 63 mil novas mortes.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a expansão das mortes pela Covid-19 no Brasil é uma das maiores entre os países mais afetados pela doença.

A OMS publicou nesta terça-feira (2) seu informe epidemiológico semanal e alerta que mais de 12% dos óbitos no mundo estão ocorrendo no Brasil.

Reportagem do jornalista Jamil Chade, do Portal UOL, mostra que depois de seis semanas de quedas, o período avaliado entre 21 e 28 de fevereiro representou uma mudança na curva, com um aumento de novos casos de contaminações no mundo. No total, 2,6 milhões de novas infecções foram registradas, com 63 mil novos óbitos.

Ainda segundo a reportagem, os números representam um aumento de 7% em novos casos, mas uma queda de 6% em mortes, em comparação ao período de sete dias anteriores. No total, o mundo acumula 113 milhões de infectados e 2,5 milhões de mortes desde o início da pandemia, em janeiro de 2020.

Segundo os dados da agência, o Brasil se aproxima dos EUA em número de novos infectados. Em dezembro, os americanos chegaram a registrar 1,6 milhão de novos casos, contra pouco mais de 310 mil no Brasil. Agora, os EUA somaram 472 mil novas infecções na semana passada, contra 373 mil no país, o segundo maior do mundo.

Se os números aumentaram em várias partes do mundo, a taxa de expansão do Brasil é superior à média. O aumento no país, segundo a OMS, foi de 18% em apenas uma semana.

Na taxa de óbitos, nos sete dias até o dia 28 de fevereiro, o Brasil somou 8.070 mortes, mais de 12% de todos os mortos no mundo. De cada quatro vítimas mortais no continente americano, uma é brasileira.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp