27/02/2021 às 10h42min - Atualizada em 27/02/2021 às 10h42min

Ciro pede ao Congresso que abra impeachment de Bolsonaro: “mantê-lo no cargo é condenar o povo à morte”

Em recado ao Congresso Nacional, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) afirmou que deixar Jair Bolsonaro no cargo é “manter nosso povo acuado, sem emprego, sem renda, sem comida e condenado à morte!”.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) voltou a defender o impeachment de Jair Bolsonaro (Sem Partido) e pediu “decência” a parlamentares do Congresso Nacional.

“Mais uma vez me dirijo ao que resta de decência do Congresso Nacional: manter Bolsonaro como presidente é manter nosso povo acuado, sem emprego, sem renda, sem comida e condenado à morte!”, escreveu o pedetista no Twitter.

De acordo com o ex-ministro, “o Brasil está muito próximo de viver uma tragédia assustadora!”. “Governadores e prefeitos estão tentando proteger a população com medidas restritivas, como toque de recolher e lockdown. E Bolsonaro, CRIMINOSAMENTE, promove aglomerações em municípios com graves índices de Covid-19”, acrescentou.

“Bolsonaro está condenando a população brasileira a assistir ainda mais mortes. Repito: o que está projetado para os próximos dias é terrível. É o colapso do sistema de saúde!”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp