02/11/2019 às 18h57min - Atualizada em 02/11/2019 às 18h57min

Randolfe anuncia ação contra Bolsonaro, que confessou o crime de obstrução judicial no caso Marielle

“Isto se trata de um crime Gravíssimo de obstrução à justiça. Eu e o deputado Alessandro Molon líderes da oposição no Congresso Nacional, na segunda representaremos contra o Presidente da República por este crime. Com a palavra a PGR e o STF”, disse o senador Randolfe Rodrigues (REDE).

A confissão do crime de obstrução judicial feita por Jair Bolsonaro (PSL), no caso que envolve o brutal assassinato da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL), poderá ser punida se o Brasil efetivamente quiser mostrar que ainda tem instituições dignas do nome.

Nesta tarde, o senador Randolfe Rodrigues (REDE) anunciou que ele e o deputado Alessandro Molon (PSB), líderes da oposição, representarão contra Bolsonaro, que disse ter acessado as gravações do condomínio Vivendas da Barra, que poderiam envolver sua família, ligada às milícias do Rio de Janeiro, no assassinato de Marielle.

“Isto se trata de um crime Gravíssimo de obstrução à justiça. Eu e o deputado Alessandro Molon líderes da oposição no Congresso Nacional, na segunda representaremos contra o Presidente da República por este crime. Com a palavra a PGR e o STF”, disse o senador Randolfe Rodrigues (REDE).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp