01/11/2019 às 20h17min - Atualizada em 01/11/2019 às 20h17min

Witzel rebate Bolsonaro: “não tenho bandido de estimação”

“Seja ele de farda, de distintivo, político, filho de poderoso. Não tenho compromisso com a bandidagem”, afirmou o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel em resposta a Jair Bolsonaro que o acusou de ser responsável pelo vazamento das investigações sobre o caso Marielle.

Em resposta a Jair Bolsonaro, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), rebateu as acusações de ter sido responsável pelo vazamento da investigação em que o porteiro cita Bolsonaro. Ele disse que “não tenho bandido de estimação”.

“Seja ele de farda, de distintivo, político, filho de poderoso. Não tenho compromisso com a bandidagem. Assumi o Estado sem qualquer compromisso com traficante, com miliciano. Todos aqueles que se colocarem na reta da Justiça serão presos, serão investigados”, afirmou o governador.

Bolsonaro disse em sua live semanal no Facebook, nesta quinta-feira (31), que Witzel vazou a investigação da morte da vereadora Marielle Franco para tentar prejudicá-lo e disse que ele se “acha gostosão”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp