09/01/2021 às 16h21min - Atualizada em 09/01/2021 às 16h21min

Polícia dos EUA prende extremista que invadiu o Capitólio com chapéu de chifres, pele de urso e rosto pintado

As autoridades federais norte-americanas anunciaram a prisão de Jake Angeli e de outro invasor pró-Trump que roubou o púlpito da Câmara dos Deputados.

As autoridades federais norte-americanas anunciaram neste sábado (9) a prisão de dois extremistas que se tornaram símbolo da invasão ao Capitólio em apoio ao presidente Donald Trump.

Um deles, Jacob Anthony Chansley, conhecido como Jake Angeli, entrou no prédio que abriga o Congresso norte-americano sem camisa, mas vestido com calça bege, chifres, um cocar de pele de urso, pintura facial vermelha, branca e azul e carregando uma lança de 1,80 metro com a bandeira dos Estados Unidos.

Adam Johnson, cuja imagem carregando o púlpito de Nancy Palosi, presidente da Câmara dos Deputados, se tornou viral, também foi preso. Na imagem, ele aparece também com uma touca onde está escrito “Trump”.

O grupo que invadiu o Capitólio na quarta-feira (6) era formado por apoiadores de Donald Trump. Os extremistas entraram no local durante a contagem oficial dos votos do Colégio Eleitoral definidos nas eleições presidenciais de novembro. Queriam impedir a confirmação da vitória de Joe Biden.

Momentos antes da sessão no Congresso, Trump disse a uma multidão de apoiadores em Washington que não aceitaria a derrota para Biden. Ele incitou as pessoas a caminharem em direção ao Capitólio, dizendo que iria acompanhá-las – no entanto, não foi visto na marcha.

Cinco pessoas morreram durante os episódios de violência na quarta-feira. A última vítima confirmada foi de um policial ferido nos confrontos contra aliados de Trump.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp