09/01/2021 às 15h41min - Atualizada em 09/01/2021 às 15h41min

Coronel pró-cloroquina indicado por Bolsonaro para a Anvisa está na UTI com Covid-19

Tenente-coronel Jorge Luiz Kormann já foi acusado por técnicos do Ministério da Saúde de tentar maquiar números de mortos por Covid-19 no país.

Crítico da CoronaVac e defensor dos tratamentos sem comprovação científica a base de cloroquina, o tenente-coronel Jorge Luiz Kormann, que foi indicado por Jair Bolsonaro (Sem Partido) para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) com Covid-19. A informação é do jornal Valor Econômico.

Kormann atua como secretário-executivo adjunto no Ministério da Saúde. A indicação dele para a Anvisa ainda não foi analisada pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

O tenente atua no Ministério da Saúde desde maio, quando foi nomeado ainda no mandato de Nelson Teich como diretor de programa na Secretaria-Executiva da pasta. Em junho, passou a atuar como secretário-executivo adjunto.

Naquele mês, técnicos do Ministério da Saúde relataram em entrevista ao jornal Valor Econômico que Kormann, junto com outros militares que ocupam cargos na pasta, tentou maquiar dados relativos a casos de Covid-19 e mortos pela doença no país.

Segundo os técnicos, o tenente-coronel passou a bombardear um grupo de WhatsApp dos servidores com mensagens para que a pasta mudasse o método de contagem dos infectados pela Covid-19.

Em uma das mensagens, Kormann encaminhou um vídeo do empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan. “O vídeo acima é para refletirmos sobre o mapeamento de óbitos diários”, disse o tenente aos técnicos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp