08/01/2021 às 15h38min - Atualizada em 08/01/2021 às 15h39min

Biden nomeia crítico de Bolsonaro para tratar da América Latina no Conselho de Segurança Nacional

Juan Gonzalez será o diretor sênior para o Hemisfério Ocidental do Conselho de Segurança Nacional. Ele já criticou Jair Bolsonaro por tentar uma aproximação com os EUA “enquanto ignora questões importantes como mudança climática, democracia e direitos humanos”.

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, nomeou Juan Gonzalez, que já criticou o governo Jair Bolsonaro, para o cargo de diretor sênior para o Hemisfério Ocidental do Conselho de Segurança Nacional. A informação é do jornal O Globo.

“Em qualquer relacionamento que Joe Biden tenha com líderes ao redor do mundo, a mudança climática estará no topo dessa agenda, e isso inclui o Brasil”, disse Gonzalez em outubro do ano passado. A declaração, feita ao site Huffpost, tinha como foco as mudanças climáticas, o desmonte das políticas ambientais, além dos ataques aos direitos humanos por parte do governo Bolsonaro.

“Qualquer pessoa, no Brasil ou em qualquer outro lugar, que pensa que pode promover um relacionamento ambicioso com os Estados Unidos enquanto ignora questões importantes como mudança climática, democracia e direitos humanos claramente não tem ouvido Joe Biden durante a campanha”, completou.

Gonzales já esteve à frente do cargo - que trata principalmente de assuntos relativos à América Latina - entre 2011 e 2013, durante o governo do então presidente Barack Obama. Ele se tornou conselheiro especial de Biden, quando este era vice-presidente, entre 2013 e 2015. Ainda na administração Obama, ele também foi subsecretário de Estado Adjunto para o Hemisfério Ocidental, com foco nos países do Caribe e América Central.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp