30/10/2019 às 17h29min - Atualizada em 30/10/2019 às 17h29min

Acuado por desdobramento do caso Marielle, Bolsonaro agora diz querer ser entrevistado pela Rede Globo

“Estou aguardando a TV Globo ter a dignidade de me convidar para uma entrevista ao vivo no Jornal Nacional. Se é que alguém tem caráter na TV Globo para fazer uma matéria mentirosa e atrapalhar os negócios aqui”, disse Jair Bolsonaro após um encontro com investidores sauditas.

Jair Bolsonaro (PSL) disse estar disposto a conceder uma entrevista ao Jornal Nacional, da Rede Globo, devido a uma reportagem na qual o porteiro do condomínio em que mora ter citado o seu nome em meio às investigações sobre as mortes da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes.

“Estou aguardando a TV Globo ter a dignidade de me convidar para uma entrevista ao vivo no Jornal Nacional. Se é que alguém tem caráter na TV Globo para fazer uma matéria mentirosa e atrapalhar os negócios aqui. Não vão ter mais bilhões por ano de orçamento e me atacar com calúnias e inverdades. Acabou a mamata da TV Globo”, disse Bolsonaro em uma entrevista feita em Riad, durante viagem oficial à Arábia Saudita.

Por meio de nota, a Rede Globo confirmou ter tido acesso aos registros do condomínio e que complementou as informações ouvindo outras fontes. A nota da emissora, porém, não deixa claro se abrirá espaço para uma entrevista com Bolsonaro.

Confira a nota da Rede Globo sobre o assunto:

“A Globo reitera que teve acesso ao livro da portaria e, como deixa claro a reportagem, informou-se com múltiplas fontes sobre o conteúdo do depoimento do porteiro. Não mentiu. Dada a relevância dos fatos, a Globo cumpriu a sua obrigação de informar o público, revelando o que disse o porteiro e todas as suas contradições, que ela própria apurou. A Globo não tem objetivo de destruir quem quer que seja, mas é independente para informar com serenidade todos os fatos, mesmos aqueles que possam irritar às autoridades. E assim pode agir porque não depende, nem nunca dependeu de verbas de governos, embora a propaganda oficial seja legítima e legal”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp