18/12/2020 às 10h54min - Atualizada em 18/12/2020 às 10h54min

Pesquisa analisa campanha do Dezembro Laranja, cuidados com a pele e uso de protetor solar dos brasileiros

Entrevistados pela Toluna responderam sobre a campanha de conscientização e prevenção do câncer de pele e cuidados com a pele em relação ao bronzeamento.

O último mês do ano marca o momento da campanha de conscientização e prevenção do câncer de pele, chamada de Dezembro Laranja. Este tipo de câncer responde por 33% de todos os diagnósticos desta doença no Brasil, sendo que o Instituto Nacional do Câncer (INCA) registra cerca de 185 mil novos casos a cada ano.

A Toluna, empresa que fornece insights em tempo real sobre os consumidores, realizou uma pesquisa com 839 pessoas de todas as regiões do Brasil sobre a campanha, e analisou também os cuidados com a pele e hábitos de bronzeamento.

A pesquisa indicou que o Dezembro Laranja ainda não é conhecido por grande parte da população: 52% dos entrevistados responderam que não conhecem a campanha, 31% afirmaram conhecer a iniciativa e 16% disseram não ter certeza. O estudo apontou também que 72% não viram campanhas sobre o Dezembro Laranja durante o ano, 15% viram anúncios na internet e 12% nas redes sociais.

A Toluna perguntou aos entrevistados se eles já tiveram ou se conhecem alguém que teve câncer de pele. 48% responderam que não tiveram, mas conhecem alguém que teve, 44% não tiveram e não conhecem alguém que teve e 7% já tiveram câncer de pele.

Os entrevistados que já tiveram câncer de pele foram questionados sobre o tratamento. 50% responderam que fizeram pelo plano de saúde, 19% afirmaram que o tratamento foi feito por clínicas e hospitais particulares, 18% fizeram o tratamento através de serviços públicos e 11% não iniciaram o tratamento.

Avaliando a importância da conscientização da prevenção do câncer de pele, 50% concordaram que o assunto é pouco abordado no Brasil, 54% relatam preocupação em ter câncer de pele e 66% concordaram que é importante ter um mês dedicado à conscientização.

A pesquisa da Toluna questionou os entrevistados sobre seus hábitos de cuidado com a pele, como o uso de protetor solar. No dia a dia, 65% disseram usar protetor facial, 37% protetor corporal e 10% não usam nada. Para atividades ao ar livre, 65% usam protetor facial, 70% protetor corporal e 4% não usam nada. Na praia, 69% afirmaram usar protetor facial, 87% protetor corporal e menos de 1% não usam nada.

A quantidade ideal de protetor solar a ser utilizada é uma colher de chá para o rosto, uma colher de chá para a frente, uma colher de chá para as costas, uma colher de chá para cada braço e duas colheres de chá para cada perna. Por isso, os entrevistados foram questionados se seguem as recomendações de aplicação. 35% afirmaram seguir as indicações de aplicação, 31% responderam aplicar algo como um suspiro, 22% usam um splash da embalagem e 11% aplicam uma ervilha em cada parte do corpo.

Os que não usam a quantidade indicada por dermatologistas foram questionados sobre o motivo. 63% responderam não saber da quantidade indicada, 15% não gostam da sensação no corpo após aplicação de protetor solar, 14% responderam que o produto acaba muito rápido e 6% disseram não ter paciência.

A pesquisa da Toluna foi realizada entre os dias 27 e 30 de novembro de 2020, com 839 pessoas das classes A, B e C, segundo critério de classificação de classes utilizado pela Abep - Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, onde pessoas da classe C2 tem renda média domiciliar de R$ 4.500 por mês. Estudo feito com pessoas acima de 18 anos, de todas as regiões brasileiras, com 3 pontos percentuais de margem de erro e 95% de margem de confiança.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp