29/10/2019 às 01h06min - Atualizada em 29/10/2019 às 01h06min

Delegado Waldir: “Moro virou um escravo e só não deixa o ministério por não ter para onde ir”

Sergio Moro é um morto vivo no ministério da Justiça.

A percepção geral em Brasília - DF, verbalizada pelo deputado federal Delegado Waldir, é a de que Sergio Moro é um morto vivo no ministério da Justiça. Segundo o deputado, Moro é uma espécie de escravo de estimação de Bolsonaro e só não larga o cargo, porque não tem opções.

A reportagem do site DCM destaca que “Bolsonaro, para salvar a pele de Flávio, juntou-se a Dias Toffoli - além de ter indicado o Procurador Geral da República, Augusto Aras, o presidente do STF está costurando um nome para suceder o decano Celso de Mello no Supremo. Esses são apenas dois dos inúmeros motivos que levaram o Delegado Waldir (PSL) a romper com o presidente”.

A matéria sublinha a fala do ex-líder do PSL: “Bolsonaro nunca cobrou transparência dos diversos partidos pelos quais passou (...) Especialmente quando assumiu o PSL e deu carta branca para o Gustavo Bebianno”.

O deputado ainda disse que “Moro virou um escravo (...) Ele não deixa o ministério porque não tem para onde ir, sequer teria renda para se sustentar, já que abandonou a magistratura. A dúvida é saber quanto tempo ele vai aguentar”.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp